Melhor Dieta Para Perder Barriga: A Dieta Da Proteína

Dieta da proteína – Como está explícito no nome da dieta ela é baseada em proteína e no que isso ajuda? Quais são os benefícios dessa dieta?

A proteína é uma das três macromoléculas mais usada pelo nosso organismo, as outras duas são o carboidrato e a gordura.

Mas o fato é que a proteína, ou melhor, os alimentos que contém uma base proteica são os que mais trazem saciedade e os que mais contribuem para o organismo, claro que tudo demais traz prejuízos, mas veremos o porquê a dieta da proteína é ótima para emagrecer com saúde.

Quais São Os Benefícios Da Dieta Da Proteína?

A dieta da proteína tem como benefício principal a redução da gordura abdominal, ou melhor, reduz a barriga como um todo.

É bom dizer que não é por que você seguiu à risca uma dieta que vai diminuir a quantidade de gordura corporal e ficar com o abdômen definido, felizmente, ou não, uma coisa não tem nada a ver com a outra, mas isso fica para outro artigo.

Voltando aos benefícios da dieta da proteína, ela ajuda na reconstrução muscular, pois a proteína é a macromolécula que cuida desse processo, ou melhor, que auxilia o organismo nesse processo.

Outro benefício da dieta também é que ela traz saciedade e não é por que está em uma dieta que precisará passar fome e isso vai te ajudar a emagrecer com saúde.

O benefício principal da dieta da proteína é a redução da gordura abdominal, mas saiba que ela tem uma vantagem em relação as outras dietas.

Se seguir tudo direitinho você consegue perder até 7 kg em duas semanas, isso mesmo e falo isso seguido de uma observação: Até 7kg porque isso dependerá muito do seu metabolismo, do que você faz durante o dia e entre outras variáveis.

Mais Benefícios?

dieta_da_proteína

Você já ouviu que comer de 3 em 3 horas acelera o metabolismo certo?

Se não ouviu então já vai uma dica: Coma de 3 em 3 horas, pois assim não passará fome e também irá acelerar o seu metabolismo.

Mas você já ouviu dizer que a proteína acelera o metabolismo?

Não?

Mas é verdade, a proteína estimula o organismo a quebrar gordura para conseguir energia e se feito da maneira correta, ou seja, se ingerir a proteína na hora certa e quando digo isso, quero dizer “se você seguir a dieta da maneira correta,”, conseguirá gastar calorias até dormindo.

Durante muito tempo eu ouvi e até acreditei que era impossível emagrecer e manter a massa muscular ou então ganhar massa muscular e emagrecer ao mesmo tempo, mas hoje eu sei que é possível e um dos meus argumentos é justamente a dieta da proteína.

Por ser baseada na proteína ela consegue manter o seu corpo abastecido, ou seja, com energia e pronto para fazer atividades físicas, impedindo o esgotamento muscular e ajudando na reconstituição do mesmo, ou seja, com a dieta da proteína é possível sim emagrecer com saúde e ainda manter a sua massa muscular.

Como Funciona A Dieta Da Proteína?

Os passos dela são bem simples, vamos começar.

Primeiro você precisa saber que ela é divida em três partes e cada parte (vamos chamar de fase), cada fase demanda uma quantidade diferente de ingestão calórica e é o seu empenho na hora de comer o necessário que vai potencializar os gastos energéticos.

1ª Fase

dieta_da_proteína

A fase inicial dura 14 dias, é importante saber isso, pois você precisa saber que não vai existir um meio, psicologicamente falando, se pensar em desistir muito rápido será entre o terceiro e quinto dia e se pensar em desistir no final já será depois do décimo, ou seja, nada que não dê para sustentar.

É importante saber também que uma tarefa demora 21 dias para se tornar hábito, o que isso significa?

Que durante 21 dias você tem que se manter por que depois desse tempo, provavelmente não precisará mais da força de vontade para exercer uma tarefa.

Você precisa saber também que a primeira fase é a mais dolorosa até porquê não estará acostumado a uma restrição alguma e o fato de você saber disso também deve servir de motivação, pois a sua mente, de vez em quando, tentará te fazer desistir de seguir a dieta e emagrecer com saúde.

O tempo você já sabe, mas qual é a outra regra?

A segunda regra da primeira fase é a quantidade de calorias que você pode ingerir: Só poderá ingerir 1000 calorias por dia.

Nem mais, pois descaracteriza a dieta, e nem menos porque não vai ter energia suficiente para as necessidades diárias, por isso, fique sempre em torno de 1000 calorias diárias.

Informações importantes da 1°fase:
– Duração: 14 dias
– Quantidade de calorias: 1000 Calorias por dia

2ª Fase

dieta_da_proteína

Quando já estiver se tornando um hábito (com uma visão otimista do tempo), você passa a segunda fase e se tudo tiver ocorrido normalmente, você já terá perdido, até 7 kg.

Essa fase é um pouco mais longa e dura 5 semanas.

Se formos olhar as características das fases até aqui, posso dizer (dê a sua opinião nos comentários) que a primeira fase é restritiva justamente porque é a inicial, ou seja, ele quer que você tenha uma experiência forte, para que, nas próximas fases, já esteja mais adaptado e é por isso também que a restrição vai diminuindo conforme o passar das fases.

Então, a primeira fase seria algo mais restritivo com foco no resultado e a segunda algo mais liberado e com foco no hábito.

É por isso também que a ingestão calórica passa a ser entre 1100 a 1500, pois você já teve uma perda muito grande nos primeiros quatorze dias e como o objetivo aqui é emagrecer com saúde, mas além disso, se manter saudável, uma hora essa ingestão precisa aumentar e ela já começa a acontecer agora.

Informações importantes da 2ª fase:
– Duração: 5 semanas
– Quantidade de calorias: 1100 a 1500 calorias por dia.

3ª Fase

dieta_da_proteína

Agora que a dieta da proteína já se tornou um hábito, você provavelmente já está no seu peso ideal e só quer manter o corpo, chega a terceira fase, uma fase que, na verdade, deve ser levada para toda a vida, uma espécie de reeducação alimentar.

Para falar a verdade a reeducação alimentar não está só na terceira fase, ela ocorre desde a primeira, mas a terceira é a que mais precisa de conscientização, pois você não tem restrição de calorias e nem um tempo para terminar, por isso, todos os alimentos estão liberados, mas devem ser ingeridos com moderação.

Informações importantes da 3ª fase:
– Duração: Resto da vida
– Quantidade de calorias: Liberado

Dica do autor: Acredito que já deve ter escutado a palavra balanceamento, certo?

Levando para o lado da alimentação, ela funciona mais ou menos dessa maneira:

Se você vai ao rodízio hoje de noite, o ideal é que você coma pouco o dia todo, por dois motivos:

– Para que no final do dia, a ingestão total de calorias não esteja tão alta.
– Por que quem vai no rodízio sempre come muito, então, você estará “guardando” calorias para o rodízio.

E é assim mesmo que funciona. Se todo dia você come 2000 calorias e uma pessoa que vai no rodizio come 500, se você comer 1500 antes de ir pro rodizio, será como se tivesse passado por um dia normal, é basicamente isso.

Qualquer dúvida, só deixar o comentário e eu te responderei o mais rápido possível, ok?

Até a próxima!

 

 

 

Tipos De Abdominais Para Secar Barriga

Você já sabe que a resposta para essa pergunta: “O que eu preciso comer no pré e no pós-treino para perder a barriga?”. Se sim, ótimo, aqui está um artigo prático com informações importantes sobre abdominais para que você possa começar a praticar agora mesmo!

Se não, corre lá e lê rapidinho, a resposta fará a diferença na sua forma de pensar em relação a sua alimentação antes e depois do treino.

Agora que você já leu, acredito eu, posso te recomendar:

Os 5 Tipos De Abdominais Para Secar A Barriga Que Te Deixarão Com Aquele Tanquinho Maravilhoso!

Abdominal Simples

abdominais

Vai me dizer que nunca fez esse abdominal?

Seja treinando para algum esporte, seja disputando com as amigas ou até visando a definição do abdômen mesmo, todo mundo já fez, pelo menos, um abdominal simples um dia até porque ele é o exercício mais básico e por isso toda iniciante deve colocá-lo em sua rotina.

Como fazer o abdominal para secar a barriga mais básico?

Posição Inicial: Deitado no chão, com o joelho flexionado, mãos na cabeça, lombar encostada no chão e cabeça ereta, olhando para cima.

Execução: Inspire e suba o tronco. Nesse movimento você deve elevar o abdômen e arredondar as costas (acontece de forma natural).

Quando chegar a posição final, solte o ar, mantenha o abdômen contraído, fique na posição por um segundo e volte, devagar, a posição inicial.

Dicas:
– Antes de fazer a primeira repetição, olhe fixamente para um local no teto de forma que o seu olho não fique muito pra cima e nem pra baixo, uma posição que ele fique confortável. A partir daí, mantenha o olhar fixado nesse ponto, assim você evita uma pressão no pescoço e evita a posição errada do queixo (tentando encostar no pescoço).

Abdominal Oblíquo Alternado

abdominais

Esse abdominal para secar a barriga é um pouco mais complicado do que o primeiro.

O abdominal oblíquo pode ser feito de duas maneiras, alternando entre os lados ou um lado de cada vez, vamos falar um pouco sobre cada.

Como fazer o abdominal oblíquo alternado?

Posição Inicial: Assim como no simples, você vai precisar deitar no chão, com os joelhos flexionados, toda a coluna encostada no chão, mãos na cabeça e com o pescoço ereto.

Execução: Na posição inicial, inspire e suba um lado do corpo e ao mesmo tempo levante a perna contrária, ou seja, se você começar com lado esquerdo, vai levantar a perna direita e depois volte a posição inicial e faça o mesmo movimento com o outro lado.

Dica: Tente encostar o cotovelo no joelho e o movimento saíra com mais naturalidade, mas lembre-se de não tirar a mão da cabeça.

Como fazer o abdominal oblíquo?

Posição Inicial: A mesma maneira do oblíquo cruzado, a diferença é que você vai precisar colocar o pé de uma perna sobre a outra, como se estivesse sentado ou como se estivesse fazendo um 4 com as duas pernas flexionadas e a mão que estiver do mesmo lado da perna que está sobre a outra deve ficar relaxada no chão.

Então, se a sua perna direita estiver sobre a esquerda, o seu braço direito estará esticado e relaxado formando um ângulo de 90 graus com o seu corpo.

Execução: Inspire e tente levar o cotovelo (junto com o corpo) ao joelho contrário, a diferença para a outra forma de fazer abdominal oblíquo é que nesse só realizamos um lado de cada vez, ou seja, uma série inteira com um lado e só depois você vai para o outro.

Abdominal Grupal Invertido

Esse daqui é um pouco diferente dos dois primeiros, pois ao invés de fazer o movimento com a parte superior, você fará todo o trabalho com a parte inferior do corpo.

Como fazer o grupal invertido?

Posição Inicial: Deite no chão, com as pernas flexionadas e levantadas formando um ângulo de 90 graus com o abdômen, e as mãos segurando em algum lugar perto da cabeça ou estendidas ao lado do corpo.

Execução: Como as pernas já estarão no ar, o resto é bem simples, você só precisa levantar o seu quadril até os seus pés apontarem para o teto.

Segure a posição por um segundo e volte devagar a posição inicial.

Prancha ou Ponte

abdominais

Esse, sem dúvidas, é um dos melhores exercícios isométricos para o abdômen e para os iniciantes.

Porque?

Por causa da facilidade da posição e de ser feito por tempo na posição, ou seja, sem repetições. Além disso, a prancha não fortalece só o abdômen, ela trabalha todos os músculos.

Como fazer a ponte?

Posição Inicial: Deite de bruços no chão, apoiado no antebraço e na ponta dos pés. Mantenha o corpo mais ereto possível e contraia, pelo menos, os glúteos e o abdômen.

A partir daí é só manter a posição durante 20 a 30 segundos e, pronto, acabou a primeira série.

Rotação De Tronco Com Bastão

abdominais

Para finalizar o nosso treino de abdominais para iniciantes, vamos para um outro exercício diferente dos convencionais. Para você ter uma ideia, esse exercício é feito em pé.

Posição inicial: Em pé, mantenha o corpo ereto, as mãos segurando a barra que estará nas costas, com os pés separados e na linha dos ombros.

Execução: Com o abdômen contraído, gire para um lado e para o outro forçando o máximo possível cada músculo que está sofrendo rotação.

Para finalizar:

– Lembre-se de manter sempre o abdômen contraído.
– Mantenha o olhar em um ponto fixo.
– Os exercícios dinâmicos devem ser feitos, no inicio, assim:
> 2 a 3 séries de 15 a 20 repetições
– Já o exercício isométrico, deve ser feito assim:
> 2 a 3 repetições de 20 a 30 segundos.

Qualquer dúvida, deixe-a nos comentários e eu tentarei te responder o mais rápido possível, ok?

Lembre-se que só os abdominais não são suficientes para secar a barriga, você também precisa de uma alimentação voltada para o objetivo!

Então, quanto maior for a eficiência da sua alimentação, mais rápidos os resultados acontecerão.

Até a próxima!

 

 

Perder Gordura e Ganhar Massa Muscular Ao Mesmo Tempo. É Possível?

Perder gordura e ganhar massa muscular, será que existe uma relação direta entre os dois objetivos?

Sim, existe e é sobre isso que vou falar nesse artigo, vou te explicar a relação que existe entre eles e vou te dar dicas de como potencializar o resultado, dentro dos limites do seu corpo, é claro.

Para começar, vou começar falando sobre alguns conceitos que podem te confundir e algumas perguntas que são básicas para quem quer emagrecer, perder gordura e ainda ganhar massa muscular.

Quer Perder Gordura E Ganhar Massa Muscular Ao Mesmo Tempo? Estude O Seu Corpo!

perder-gordura-ganhar-massa

O Que É Emagrecer?

Emagrecer é o ato de reduzir o índice de gordura corporal do seu corpo por meio de dietas e exercícios.

Emagrecer E Perder Peso São Sinônimos?

Não, quando você está emagrecendo está diminuindo o percentual de gordura do seu corpo e somente isso. Quando está perdendo peso, você perde gordura e massa muscular, mas no decorrer do “perder peso” você acaba gastando mais a massa muscular do que a gordura.

O Que Significa Ganhar Massa Muscular?

Ganhar massa muscular é o processo de hipertrofia do músculo, onde as fibras musculares aumentam (por meio dos exercícios anaeróbicos) deixando os músculos maiores, mais pesados e necessitando de mais energia para se manter, ou seja, gastando mais calorias, mesmo sem está realizando nenhuma atividade.

Qual A Relação Entre Ganhar Massa Muscular E O Processo De Emagrecimento?

Para você poder emagrecer e não perder peso, deve ocorrer a manutenção da massa muscular e não a sua diminuição. Além disso, quanto maior a hipertrofia, maior o gasto calórico do corpo, e emagrecer é basicamente ingerir menos calorias do que você gasta no dia a dia (com uma alimentação saudável e focada no processo de emagrecimento).

Aumento De Peso Durante O Processo De Emagrecimento É Normal?

Sim. Meio estranho não é? Mas sim, é normal. É normal por quê seguindo esse método de ganhar massa muscular e emagrecer, você vai ganhar massa magra e essa massa é mais pesada que a gordura que você vai perder, então pode sim aumentar o seu peso. Por isso, esqueça a balança.

Pronto! Essas foram as perguntas que considerei mais importantes para o assunto, visando as pessoas que não tem muito conhecimento sobre o assunto.

Existem algumas coisas que você pode fazer ou deixar de fazer na sua rotina para potencializar o emagrecimento e o ganho da massa muscular.

Você vai precisar de muita disciplina e força de vontade, porque, como a definição muscular, a perda de gordura e o ganho de massa muscular são as metas mais complicadas de se alcançar. Qualquer deslize pode te prejudicar e muito.

Uma observação antes de começar: É possível ganhar massa muscular e emagrecer (nessa ordem), mas dificilmente você conseguirá a definição muscular enquanto estiver nesse processo. O pensamento de definição deve vir depois que já tiver conseguido alcançar um bom percentual de gordura e começar uma alimentação própria para essa meta.

3 Dicas Para Conseguir Perder Gordura E Ganhar Massa Muscular Ao Mesmo Tempo

perder-gordura-ganhar-massa

Não Foque Nos Exercícios Aeróbicos

Principalmente se você não se alimentar bem (ainda). Se essa for sua situação faça exercícios leves. Você pode até ter uma rotina de exercícios aeróbicos, no entanto, deve evitar um grande esforço, pois se feito de forma exagerada, eles podem reduzir a massa muscular.

Por que ressaltei a alimentação? Os aeróbicos realmente são grandes eliminadores de gordura, porém, se você não possuir uma alimentação que te dê base para realizar os dois tipos de exercício, quando o corpo procurar os nutrientes e não encontrar na alimentação, encontrará nos músculos.

E o que isso quer dizer?

Que a sua massa muscular diminuirá porque você não está fornecendo a quantidade necessária de macronutrientes para o seu organismo.

Então, Foque Na Musculação

Quando você foca na musculação, você vai ter um aumento da massa muscular. Dê preferência aos exercícios de força máxima e não de resistência, a sua aparição na academia deve acontecer, pelo menos, quatro vezes por semana e tente aumentar os pesos uma vez por semana.

Esse aumento deve acontecer gradualmente e você pode aumentar o intervalo entre os aumentos de peso se seu corpo não estiver aguentando a carga, mas esse intervalo não deve ultrapassar 2 semanas. Nem que você aumente só um quilo, mas aumente.

Por que esse foco na evolução?

Se parar perceber, a nossa maior eficiência de crescimento ocorre nos primeiros meses de academia porque o corpo não está acostumado aqueles exercícios e a intensidade da tarefa.

A partir do momento que isso ocorre, você precisa mudar as variáveis para não estagnar.

Quais são as variáveis? Repetição, tempo de descanso e peso.

Eu costumo seguir essa ordem: Primeiro eu aumento o número de repetições, depois diminuo o tempo de descanso e só então eu aumento o peso (voltando para o número de repetições e o tempo de descanso inicial).

Para Isso, Adapte Sua Alimentação

Sua rotina vai mudar e a primeira mudança será a adição das refeições que você vai passar a fazer: O pré e o pós treino. O pré treino pode acontecer até 30 minutos antes de começar os exercícios, desde que seja uma refeição leve e baseada em carboidratos. O pós treino deve ser feito até uma hora após o fim do treino e deve ser baseado em carboidratos e proteínas.

Dica: Aqui no site já tem um artigo falando só sobre o pré e o pós-treino com mais informações e dicas para você aproveitar ao máximo o intervalo dessas refeições. Depois que acabar aqui, pode ler esse artigo!

A sua alimentação em geral tem que ir diminuindo, do café da manhã até a ceia. Os carboidratos ingeridos devem ter, em sua maioria, um baixo valor glicêmico, eles vão te deixar saciada por mais tempo, diminuindo a sua busca por alimentos ruins (as famosas “besteiras”).

As proteínas devem ser, em sua maioria, magras. Assim como ocorre uma diminuição de calorias do café da manhã até a ceia, a proporção entre carboidratos e proteínas seguem o mesmo padrão: No café da manhã mais carboidratos com poucas proteína e na ceia só proteína.

Após se adaptar, vai ser bem fácil chegar ao seu objetivo, mas lembre-se: Tudo deve ser feito de forma gradual!

Alie o suplemento vitamínico Trembodrol, com seus treinos para aumentar suas chances de ganhar massa muscular.

Não se esquece de curtir e compartilhar com seus amigos, ok?

Qualquer dúvida, só deixar o comentário e eu responderei o mais rápido possível!

Até a próxima!

 

 

 

Dieta do Ovo – Como Fazer e Se Funciona

O ovo é um alimento muito conhecido por conta da sua praticidade, seu baixo preço e o seu alto valor para quem pratica esportes e faz academia, mas e a dieta do ovo?

Será que ela é tão boa quanto o seu principal ingrediente?

Será que ela possui contra indicações?

Você vai descobrir isso agora!

Efeitos Colaterais Da dieta Do Ovo (É Seguro?)

dieta-do-ovo

Um dos principais efeitos colaterais iniciais é a falta de energia por conta da falta de carboidrato.

Isso acontece, pois você está deixando de ter uma alimentação rica em carboidrato e passando a ter uma alimentação rica em proteína.

Além disso, os ovos são ricos em colesterol e, mesmo sendo os considerados bons, o excesso nunca é boa coisa.

Outro fator a ser lembrado é o fato de que os ovos não têm fibras, o que pode desregular a sua flora intestinal.

Portanto, escolha alimentos complementares que possuam boas quantidades de fibras.

8 Razões Para Seguir A Dieta Do Ovo

dieta-do-ovo

Para te convencer de vez, te apresento 8 motivos para seguir a dieta do ovo e colocar o ovo no seu cardápio para o resto da vida.

Pode ter certeza que será uma das melhores atitudes que você tomará na sua vida em relação a alimentação (junto com beber, no mínimo, 2 litros de água por dia).

1 – Não É A Gordura Do Ovo Que Te Fará Ganhar Peso

Mais a frente, você saberá o quanto de gordura o ovo possui, o que quero te passar é que não é a gordura do ovo que te fará mal e sim as gorduras que estão presentes em fast-foods e nos alimentos industrializados.

Se conseguir reduzir a ingestão desses alimentos, tenho certeza que a dieta do ovo fará muito mais efeito.

Na verdade, como já foi dito no tópico acima, a dieta é a base de ovo e, além disso, você comerá, na maioria das refeições, apenas alimentos ricos em proteínas e naturais, pois trazem maior saciedade!

2- A Dieta Do Ovo Pode Ajudar Em Problemas Com A Tireoide

O ovo possui dois nutrientes chamados Iodo e selênio.

Esses nutrientes, segundo a pesquisa, são essenciais para sintetizar os hormônios da tireoide.

E, como você já deve saber, a tireoide é um divisor de águas no controle de peso, pois ela que regula o metabolismo do seu corpo.

3- É Um Alimento De Baixa Caloria

Um ovo médio de 44 gramas tem cerca de 65 calorias. Convenhamos que é um número baixo para o nível de saciedade e pela quantidade de proteínas que traz.

Lembre-se que, para emagrecer, você precisa ingerir menos calorias do que está gastando e, quanto mais eficaz for alimento no caloria x saciedade, melhor para você!

4- São Baratos

dieta-do-ovo

Com certeza na sua rua passa o carro do ovo e que vende 30 ovos por 10 reais.

Percebe-se, por essa concorrência que passou a existir, que até nos mercados, o valor do ovo também abaixou e tem lugares que consegue encontrar uma placa de 30 por 7 reais.

Pensando que você come 5 ovos por dia, uma placa dura 6 dias e o dia que restou pode ser o dia que você tira para relaxar um pouco mais da dieta e dos exercícios.

Por isso que o ovo é um alimento de grande custo benefício.

5 – Possui Quantidade Relevante De Gordura E Proteína

dieta-do-ovo

Como já te disse acima, o ovo possui uma quantidade relevante de proteína e que pode te ajudar a emagrecer e a ganhar massa muscular.

Para ser mais específico, um ovo médio possui cerca de 6,2 gramas de proteína, sendo que 3,6 estão presentes na clara do ovo.

Em relação a gordura, ele possui 4,28 gramas de proteína, sendo ¼ dessas a gordura que é boa para o corpo.

6 – A Dieta Do Ovo Fornece Energia Antes E Depois Do Exercício

Aliar uma boa alimentação e a atividade física é a chave para conseguir resultados rápidos e consistentes no emagrecimento, pois, como já sabe, a alimentação representa 70% dos resultados obtidos na academia.

Porém, como já foi dito acima, um dos efeitos colaterais da dieta do ovo é a falta de energia, pois o corpo ainda não terá se acostumado com a falta de carboidrato.

Depois que ele perceber que a principal fonte de energia é a gordura, voltará ao ritmo normal do exercício.

Isso melhorará ainda mais quando deixar de fazer a dieta do ovo, balancear a sua alimentação e continuar comendo ovo junto com carboidratos compostos.

7 – Estabiliza O Nível De Glicose No Sangue

Isso acontece, por dois motivos: Primeiro porque é pobre em carboidratos e segundo porque é um alimento de baixo índice glicêmico.

Para te lembrar, os carboidratos, quando são digeridos, são transformados em açúcar e que posteriormente será transformado em energia (Se for utilizado) ou em gordura (se não for utilizado).

Então, alimentos pobres em carboidratos mantêm o nível de açúcar que já estava presente no sangue antes das refeições.

Uma pesquisa mostra que, especialmente indivíduos com diabetes do tipo 2, o ovo ajudou a manter os níveis de glicose no sangue normais e fez com que os pacientes ficassem mais satisfeitos.

A saciedade e a ausência de pico de açúcar no sangue também é explicado pelo fato do ovo ter um baixo índice glicêmico.

8 – Os Ovos São Essenciais Para O Fígado

Se você já utilizou os ovos para curar uma ressaca, agora pode saber, por meio dessa pesquisa, o porquê disso sempre ter funcionado.

O que acontece é que eles possuem nutrientes que ajudam as células do fígado a “reiniciar” e a otimizar a função hepática.

Além disso, um fígado saudável contribui para o aumento do metabolismo e, consequentemente, ajuda na queima de gordura.

Como Fazer A Dieta Do Ovo

dieta-do-ovo

Para finalizar, aqui está o plano para fazer a esta dieta!

Existem 3 tipos de dieta do ovo: A tradicional, a extrema e a básica. Isso não significa que só deve escolher uma. Na verdade, um bom método é começar pela básica e terminar na extrema, diminuindo o tempo de acordo com a dieta.

Dieta Do Ovo Básica: Ovo E Laranja (Ou Tangerina Ou Toranja)

Café da manhã será com dois ovos e uma das frutas acima
O almoço será com uma proteína com baixo teor de gordura com espinafre e metade de uma das frutas acima
O jantar será uma proteína com baixo teor de gordura, ovos e metade de uma das frutas acima.

Dieta Do Ovo Normal

dieta-do-ovoCafé da manhã será com dois ovos e um vegetal de baixo carboidrato.
O almoço será uma proteína magra com uma salada verde (Sem molho)
O jantar será com ovos e vegetais com baixo teor de carboidrato

Dieta Extrema

Em todas as refeições apenas ovos e água.

Qualquer dieta que te permita comer apenas um tipo de alimento é muito arriscada e exige muito esforço, por isso é importante que você passe muito mais tempo na dieta do ovo básica do que na dieta extrema.

Espero ter te ajudado!

Não se esquece de curtir e compartilhar com suas amigas, ok?!

Até a próxima.

Nutrição: O Que Comer Antes E Depois Do Treino Para Ganhar Massa Magra

Você já ouviu falar que a nutrição representa 70% dos seus resultados na academia? É sempre importante saber o que comer antes e depois do treino. Independente do seu objetivo quando está praticando exercícios, será ela quem definirá, não só o quão bom será o resultado, mas também o quão bom será a sua performance.

E se ela é tão importante, precisamos levá-la a sério e, não a toa, separei um artigo inteiro para te ajudar a entender como o seu corpo funciona e por que a nutrição pode turbinar a sua eficácia para ganhar massa magra.

Por Que A Nutrição É Tão Importante Para Ganhar Massa Magra?

comer-antes-e-depois-do-treino

Não importa se você quer emagrecer, ganhar massa magra ou só malha pela saúde, a maior parte dos resultados é ditado pelo que você come durante a semana, principalmente o que você for comer antes e depois do treino.

Como já sabe, a equação básica do ganho de massa magra é ingerir uma quantidade maior de calorias do que se está perdendo com os exercícios.

Só que a falha é que uma resposta simples para uma pergunta complicada, no final, sempre será uma resposta errada.

O que acontece é que contar apenas calorias pode fazer com que você acabe ingerindo um nível desproporcional de macronutrientes e fazendo com que tenha resultados indesejados.

Para entender melhor, deixa eu te dar um exemplo.

Maria quer tonificar os glúteos e para isso, resolveu fazer exercícios 3 vezes por semana para essa região.

O problema é que a cada semana que passava, Maria se sentia mais cansada e os exercícios mais doloridos mesmo dando um dia de descanso para cada sessão de treino.

O que aconteceu?

Ela estava fraca porque não estava se alimentando direito e não estava conseguindo tonificar porque o corpo não estava encontrando os macronutrientes necessários para cuidar do músculo.

Como Fazer A Proporção Dos Macronutrientes Na Nutrição Para Ganhar Massa Muscular?

Existe uma “tabela” para seguir quando se deseja ganhar massa magra. A ideia é contar macronutrientes em vez de contar calorias e potencializar ainda mais o crescimento dos músculos.

Quando se trata de nutrição, resultados que você poderia ter em um mês, acaba tendo em 3 ou 4 por conta da falta de uma alimentação focada no seu objetivo, por isso, muita atenção nessa parte.

Cada grama de carboidrato possui 4 calorias, cada grama de proteína também possui 4 calorias e cada grama de gordura possui 9 calorias.

A partir daí, você precisa saber que uma mulher que quer ganhar massa muscular tem que comer cerca de 2 gramas de proteína por KG, ou seja, se ela tem 50 kg, precisa comer 100 gramas de proteína por dia.

A gordura já é um pouco menos, é 1 grama por kg e o carboidrato entre 4 gramas por kg.

Então, se Maria tem 60 quilos, precisará:
– Ingerir 120 gramas de proteína por dia (480 calorias)
– Ingerir 60 gramas de gordura por dia (540 calorias)
– ingerir 240 gramas de carboidrato por dia. (960 calorias)

A taxa metabólica basal de Maria, que tem 25 anos, pesa 60 kgs, faz exercícios de intensidade moderada 3x por semana e mede 160 cm é de 1414 calorias.

Para ganhar massa muscular, Maria precisa ingerir mais do que 1414 calorias. Se somarmos as calorias do que ela vai precisar, teremos 1980 calorias.

Nutrição Pré-treino: Quais São As Suas Necessidades?

Mas por que fazer todas essas contas?

Porque a qualidade está acima da quantidade e você precisa distribuir bem não só as suas calorias como também o horário em que os macronutrientes precisam ser ingeridos. E é essencial você saber o que comer antes e depois do treino e sua quantidade.

Então eu te pergunto: Quais são as necessidades na hora do pré-treino?

Você precisa se abastecer para treinar, mas também não pode comer muito para não sobrecarregar o corpo e acabar passando mal, não concorda?

Pensando dessa maneira, a nutrição pré-treino dependerá do intervalo de tempo entre as refeições e os exercícios.

Se você só pode comer entre 2-3 horas do horário da academia, pode fazer uma refeição completa com tranquilidade.

Agora se for comer com menos de 1 hora do horário, precisará focar nos carboidratos simples e que não sobrecarregam o seu sistema digestivo.

Além disso, o carboidrato simples fornece energia no curto prazo que é quando precisará.

Daqui a pouco eu citarei alguns alimentos eficazes para o pré-treino.

Nutrição Pós-treino: Quais São As Suas Necessidades?

Já na refeição após o treino, você precisa entender que o seu corpo está (ou pelo menos deveria) esgotado, precisando de energia e de nutrientes para começar a fase mais importante do dia: A reconstrução muscular.

Essa reconstrução é que vai te mostrar os resultados, porém, para que aconteça, precisa de energia.

Qual a principal fonte de energia? O carboidrato.

Então, de início, uma fruta, mas logo depois vem os carboidratos compostos, aqueles que não oferecem pico de energia, mas oferecem uma energia constante e duradoura.

Além disso, também precisará de proteína (ela é que atua na reconstrução, aumentando a região muscular).

Os 6 Alimentos Mais Eficazes Para Você Comer Antes E Depois Do Treino

Dito isso, chegou a segunda parte prática do artigo, onde você fica sabendo quais são os melhores alimentos para a sua dieta e para ficar com o bumbum na nuca!

Ovo

comer-antes-e-depois-do-treino

Recheado de gordura boa e proteína, o ovo (principalmente cozido), é o melhor amigo da mulher que quer ganhar massa muscular porque é bem prático de ser feito, é gostoso e pode ser levado para qualquer lugar.

Batata Doce

comer-antes-e-depois-do-treino

Como carboidrato composto, é um dos melhores, também por conta da sua praticidade.

Frango

comer-antes-e-depois-do-treino

Formando o trio mais famoso da academia, está o frango, que tem pouquíssima gordura e um grande índice de proteína, o que o torna um dos alimentos mais eficazes para a construção de massa muscular.

Salmão

comer-antes-e-depois-do-treino

Seguindo essa linha de alimento eficaz, o salmão também tem uma carne com pouquíssima gordura (e as que estão presentes são consideradas boas) e um altíssimo índice de proteína.

Soja

comer-antes-e-depois-do-treino

Soja, especificamente para você que é mulher é uma ótima pedida, pois estimula a produção de progesterona que atua na construção de massa magra.

Leite (Preferencialmente desnatado)

Para finalizar, outro alimento muito comum e muito bom para a sua dieta de massa magra, principalmente se for desnatado, pois tem um índice menor de gordura (Essa gordura do leite não é muito boa).

Tendo esses alimentos como base e deixando os industrializados de lado, já terá ótimos resultados, pode acreditar! Agora você já sabe o que comer antes e depois do treino para ter energia, e ganhar massa magra!

Alie o suplemento vitamínico Trembodrol, com a sua dieta para aumentar seu ganho de massa muscular.

Espero ter ajudado!

Não se esquece de curtir e compartilhar com seus amigos, ok?

Até a próxima!