Como Combinar Musculação Com Dieta Vegetariana e Vegana

Se você é adepto da dieta vegetariana ou vegana, tenho certeza que tem a preocupação em conseguir os nutrientes necessários para ganhar massa magra.

Pois, a dieta de uma pessoa que segue o estilo de vida vegetariano e vegano acaba sendo um pouco limitada por não ter alimentos de origem animal.

Com isso, é preciso reforçar a alimentação, com alimentos proteicos de origem vegetal. E isso pode ser um pouco mas difícil.

Mas, dizer que vegetarianos tem dificuldades em ganhar masa muscular está longe de ser verdade. Para saber mais sobre isso, continue lendo o artigo.

É Possível Alcançar Resultados Com A Dieta Vegetariana e Vegana?

dieta-vegetariana-ou-veganaMuita gente sabe que um dos maiores aliados da musculação é uma boa alimentação. E, o nutriente mais mencionado quando estamos falando de ganho de massa muscular é a proteína.

Pois, especialmente as proteínas de origem animal, auxiliam muito no ganho de massa muscular.

E, de nada adianta você se matar de malhar e fazer um treino muito intenso, se você não se alimentar corretamente.

Pois, o seu corpo precisa de nutrientes para conseguir energia, como a proteína. Afinal, esses nutrientes servem como energia.

E essa energia é o que torna possível o crescimento muscular. Sem os alimentos, o seu corpo vai tirar essa energia do próprio músculo, podendo causar uma quebra neles.

Assim, você não consegue fazer com que os seus músculos cresçam, tornando esse processo até mesmo difícil.

Por isso, muita gente tem dúvidas sobre a dieta vegetariana e vegana, em relação a musculação.

Há o questionamento se as pessoas que seguem esse estilo de vida têm o seu desempenho na academia prejudicado.

Mas, a verdade é que não. Pois, se você consegue atender todas as suas necessidades nutricionais com a sua alimentação, não importa como ela seja.

Quando falamos sobre proteína, as pessoas que adotam esse estilo de vida, conseguem achar substitutos da carne animal.

Os vegetarianos conseguem suprir essa necessidade com claras de ovos, e até mesmo outros tipos de laticínios.

Já os veganos, possuem opções mais limitadas. Portanto, para os dois casos, as proteínas vegetais são muito utilizadas, como por exemplo:

  • Cereais;
  • Soja;
  • Leguminosas;
  • E verduras.

Assim, você consegue ter uma alimentação equilibrada e conseguirá chegar aos resultados desejados na academia.

Em casos de dificuldades, ainda é possível utilizar suplementos alimentares para facilitar esse processo.

Como É Feita A Dieta Vegetariana e Vegana?

dieta-vegetariana-ou-veganaAo contrário do que muitos pensam, uma dieta baseada em vegetais pode ser muito rica e trazer todos os nutrientes necessários para quem deseja ganhar massa muscular.

Mas, de fato, o que faz a maior diferença no treino é a proteína. Para isso, você deve usar e abusar da alimentação de proteína.

Podendo procurar esse nutriente em diversos tipos diferentes de alimentos. Então, o nosso corpo precisa de no máximo 50 gramas de proteína por dia.

Mas, isso serve para pessoas que não tem como objetivo o ganho de massa muscular. Pois, essas pessoas precisam de nutrientes para reconstruir os músculos.

Assim, você consegue aumentar o volume muscular, devido à grande quantidade disponível de aminoácidos no seu corpo.

Portanto, o desafio para quem faz a dieta de um atleta vegano ou vegetariano é saber quais são os alimentos mais ricos em proteínas.

Tal como, qual é a melhor combinação para atingir os objetivos e a quantidade de macronutrientes necessárias.

Existem os alimentos na forma vegetal e a suplementação. A suplementação é o isolamento da proteína derivada de vários alimentos, como soja, ervilha e arroz.

Mas, lembre-se, o ideal é conseguir o máximo que puder de forma natural e só utilizar os suplementos em caso de extrema necessidade.

Para quem treina muito, o recomendado são 7 refeições ao dia. Assim, você consegue manter o seu metabolismo sempre trabalhando e acelerado, facilitando a queima de gordura e o ganho de massa muscular.

Dicas De Alimentos Para Combinar Musculação Com Dieta Vegetariana e Vegana

dieta-vegetariana-ou-veganaUma coisa importante de entender é que nem sempre é a quantidade de proteína que faz a diferença.

Pois, muitos alimentos quando combinados, se complementam e aumentam a quantidade de aminoácidos essenciais e melhoram a qualidade da proteína.

Por isso, a primeira dica é misturar arroz e feijão, que sempre traz uma mistura mais nutritiva para quem deseja ganhar massa muscular.

Afinal, conseguir ingerir a quantidade de proteína diária não é tão difícil. O grande desafio mesmo é atingir a quantidade de aminoácidos essenciais.

A seguir, daremos uma lista com os melhores alimentos para quem é adepto da dieta vegetariana, e deseja ganhar massa muscular.

  • Tofu;
  • Lentilha;
  • Quinoa;
  • Aveia;
  • Amêndoas e derivados;
  • Semente de Cânhamo;
  • Folhas verdes;
  • Semente de Chia;
  • Feijão;
  • Abacate;
  • Espinafre;
  • Aspargo;
  • Cogumelos;
  • E muito mais…

Então, como fazer essa dieta?

Primeiro, você deve procurar sempre estar em superávit calórico. Ou seja, você deve estimar as suas calorias consumidas por dia e adicionar 100 calorias por dia, além do resultado normal.

Outra dica é fazer o cálculo para consumir 2 gramas de proteína por quilo corporal. Ainda, são necessários 4 gramas de carboidrato por dia por quilo corporal.

Então, o resto das calorias diárias, virão de macro nutrientes e gordura boa. Sabendo então que:

  • 1 grama de carboidrato = 4 calorias
  • 1 grama de gordura = 9 calorias

Para espalhar isso bem durante o dia, foque em se alimentar antes e depois do seu treino.

Antes do treino você deve se alimentar de carboidrato, para conseguir ter energia para gastar.

Além disso, também deve se alimentar de proteínas, mais ou menos 1 hora antes do treino. Alimentos bons são aveia, amendoim ou frutas.

Conclusão

dieta-vegetariana-ou-veganaEntão, se você é um dos adeptos da dieta vegetariana ou vegana, já sabe que não deve ser prejudicado no ganho de massa muscular.

Afinal, não há muita diferença entre a alimentação normal e essa, o objetivo é o mesmo: ingerir os nutrientes necessários para se manter saudável.

Portanto, você precisa apenas saber quais são os alimentos que podem lhe proporcionar as proteínas e nutrientes que você necessita.

Assim, se esse artigo foi útil para você, compartilhe ele com os seus amigos.

 

 

Treino Cardio Na Musculação – Veja Por Que É Importante

Você sabia que o treino cardio na musculação pode trazer muitos benefícios para você que deseja tonificar os seus músculos?

Se o seu desejo é aumentar e, principalmente, definir os seus músculos, para isso você deve queimar também a sua gordura corporal.

E é ai que o exercício aeróbico entra. Pois, com ele, você consegue queimar a sua gordura corporal e gerar maior resistência muscular.

São muitos os benefícios que o treino cardio pode trazer para você, e não apenas para quem deseja definir os músculos.

Então, para saber os benefícios que o treino cardio pode trazer na musculação, continue lendo esse artigo.

Como Funciona O Treino Cardio Na Musculação?

Antes de entender a importância do treino cardio na musculação, é importante entender o que é um treino de cardio. O nome é dado pois é um treino cardiorrespiratório.

É um treino que envolve alto gasto energético. Mas, claro, esse gasto irá variar de acordo com a intensidade do exercício.

Sendo assim, é muito utilizado por pessoas que desejam perder alguns quilinhos. São muitos os métodos, exercícios e até mesmo aparelhos que fazem parte desse treino. Os principais são:

  • Esteira;
  • Bicicleta;
  • Corrida;
  • Corda;
  • Natação;
  • Esporte de equipe;
  • Entre muitos outros…

Todos são exercícios que geralmente leva a sudorese, pois envolve bastante esforço física.

Esse treino pode ser com exercícios de baixa ou alta intensidade. Apesar de muita gente achar que só os de alta intensidade mais eficiente, os de baixa e moderada intensidade tem grande valor também.

Pois, servem de base para um melhor preparo corporal, para quem está começando a praticar atividades físicas agora.

Enquanto isso, os de alta intensidade, geram uma grande queima de calorias, melhorando o seu aumento muscular.

Mas, quais são as vantagens do treino cardio na musculação?

Devido ao formato do treino, são possíveis novas adaptações cardiovasculares e melhores adaptações respiratórias.

Pois, esse treino melhora a sua resistência e faz com que aumente o seu consumo máximo de oxigênio.

Isso faz com que o seu desempenho melhore durante o treino. Pois, melhora a sua resistência muscular.

Além disso, facilita a queima calórica. Fazendo com que ela seja mais efetiva tanto no exercício quanto a longo prazo, até mesmo em atividades do dia a dia.

Portanto, torna mais fácil a definição da massa muscular, uma vez que a gordura está sendo queimada.

Com isso, ele auxilia também no controle de diversas doenças, como por exemplo hipertensão e diabetes.

Ele proporciona uma melhor absorção de nutrientes pelo músculo, pois facilita a sua chegada.

Afinal, melhora a oxigenação das células. Evitando também que o excesso de alimentos se transforme em gordura corporal.

Como Associar O Treino Cardio Com A Musculação?

Muitas pessoas buscam a definição muscular e o crescimento da massa magra. Mas, pensam apenas no treino muscular para isso.

O que muitas pessoas não pensam é que para que o corpo consiga fazer esses exercícios, ele deve estar com uma boa resistência.

Principalmente cardiorrespiratória, tendo então um bom consumo de oxigênio para conseguir executar as atividades musculares.

E essa resistência você consegue com o treino cardio na musculação. Pois, a partir da cardio, você consegue fazer com que o seu corpo queime calorias a taxas elevadas.

Criando uma maior resistência muscular, e facilitando o ganho e crescimento da massa muscular.

Melhores opções de exercícios

Então, a seguir daremos os melhores exercícios para você associar com a musculação.

1. Corrida:

É um dos melhores exercícios aeróbicos, sendo completo e eficiente na queima de gordura em excesso.

Por isso, é um dos melhores para você que quer ganhar massa magra e definir os músculos.

Ainda, a queima de gordura se mantem até mesmo quando está em repouso. Além disso, ele trabalha muito o controle da respiração, melhorando a sua resistência cardiorrespiratória.

Mas, tome cuidado para não exagerar, pois a sua atividade intensa pode trazer riscos se você não está fisicamente preparado para isso.

2. Crossfit:

O crossfit é um exercício que acaba unindo a musculação com um treino cardio. Sendo assim, é um dos principais da nossa lista.

Além disso, tem se tornado muito popular nos últimos anos, e merece destaque. Esse exercício é baseado no levantamento de peso, condicionamento físico e até mesmo ginástica.

Nele, você utiliza, na maioria dos exercícios, o próprio peso do corpo para fazer os movimentos.

Mas, é importante ressaltar que para realizar essa atividade, a pessoa já deve ter algum condicionamento físico. Caso contrário, pode causar problemas musculares, ou até mesmo lesões.

3. HIIT:

Esse é um treino cardiorrespiratório bem eficiente para quem busca ganho e definição de músculo.

Pois, ele consegue misturar diversas atividades de alta intensidade, com alguns intervalos.

Portanto, devido a sua grande intensidade, os seus resultados são impressionantes e muito bons para quem faz musculação.

Além disso, é ótima para quem tem pouco tempo para treinar, pois dura no máximo 30 minutos.

4. Ciclismo:

Qualquer tipo de ciclismo é muito eficiente. Mas, a aula de spinning que você encontra na academia, também conhecida como ciclismo indoor é muito eficiente para que você tenha uma boa definição muscular.

Pois, essa atividade gera uma ótima queima de calorias. Além disso, enquanto você faz a atividade, você também está trabalhando alguns grupos musculares.

Então, apesar de ser uma atividade aeróbica, também serve como musculação.

Conclusão

Portanto, agora você já sabe os principais benefícios de se realizar um treino cardio na musculação.

Os principais exercícios são corrida, crossfit, ciclismo e HIIT. Sendo os principais benefícios:

  • Maior resistência muscular;
  • Melhor oxigenação dos músculos;
  • Melhoria na respiração;
  • Maior queima de gordura;
  • E facilidade na definição muscular.

Então, se esse artigo foi útil para você, deixe aqui o seu comentário.

 

 

 

 

Como Calcular Metabolismo Basal E Gasto Calórico Diário

Se você está querendo fazer uma dieta e perder alguns quilinhos, saber o seu metabolismo basal pode ser muito útil.

Na verdade, esse valor pode ser muito útil independentemente do seu objetivo. Pois, é necessário para montar uma dieta tanto para engordar quanto para emagrecer.

Assim, você consegue saber quantas calorias o seu corpo precisa para funcionar e realizar as suas atividades fundamentais.

Dessa maneira, você consegue saber quanto deve consumir para conseguir atingir o seu objetivo.

Então, se você deseja entender melhor esse conceito e aprender a calcular o seu gasto calórico diário, continue lendo esse artigo.

O Que É Metabolismo Basal?

Metabolismo-Basal

A taxa de metabolismo basal é muito utilizada por profissionais da área da nutrição. Pois, indica quantas calorias o nosso corpo precisa para exercer as suas atividades vitais.

A partir desse valor, muitas dietas podem ser montadas. Mas, o que é metabolismo basal?

De maneira geral, é a capacidade do nosso organismo de transformar a energia que obtemos nos alimentos, em energia para o funcionamento do nosso corpo.

Sendo assim, são reações químicas realizadas pelo nosso corpo, que torna possível a realização de atividades do dia a dia.

Independentemente da sua rotina, de quanto de energia você gasta nas suas atividades diárias. Todo corpo precisa de uma certa quantidade de energia para se manter saudável e funcionando.

Essas atividades vitais, incluem:

  • Respiração;
  • Batimento cardíaco;
  • Funcionamento do sistema nervoso;
  • Atividade intestinal;
  • Funcionamento dos rins e do fígado;
  • Bom funcionamento dos órgãos reprodutores;
  • E muito mais.

E essa quantidade é a taxa de metabolismo basal. Falando em números, essa taxa representa cerca de 70% do consumo de energia diário do nosso corpo.

Ou seja, aquela caloria que será gasta mesmo se descansarmos por 24 horas. Enquanto isso, 20% desse gasto calórico é devido atividade cotidiana e os outros 10% é por outras fontes.

Mas, isso é uma média, pois esses números podem varias de pessoa para pessoa. Com isso, ao saber essa taxa, você consegue saber qual é o seu peso ideal, e quanto você deve ingerir para alcançar esse número.

Além disso, para pessoas que desejam emagrecer, é muito útil saber a sua taxa. Assim, você faz uma dieta baseada no valor de calorias que o seu corpo precisa consumir.

Então, qual é a sua importância?

Muita gente utiliza o IMC, índice de massa corporal, para saber se está acima ou abaixo do seu peso ideal.

Mas, apesar de ser mais fácil de calcular, esse índice não é muito preciso. Pois, ele não leva em consideração muita coisa necessária para saber qual dieta você deve fazer.

Ele pode ser o ponto inicial para mudar a sua alimentação e repensar os seus hábitos.

Mas, para saber exatamente qual é a quantidade de energia que deve ingerir, sabendo qual é a sua alimentação ideal, é necessário saber a TMB.

Como Calcular O Metabolismo Basal?

Metabolismo-BasalAssim, você aprende que não deve ver as calorias como inimigos mortais. Pois, são necessárias para manter o nosso corpo funcionando.

Então, o importante é saber quantas consumir. Então, como fazer o cálculo da taxa de metabolismo basal? Isso irá variar muito, de acordo com alguns fatores, como:

  • Idade;
  • Sexo;
  • Peso;
  • Altura;
  • Porcentagem de gordura corporal;
  • Hábitos de vida;
  • E outros fatores clínicos.

Portanto, o seu cálculo não é tão simples assim. Além disso, o cálculo é diferente para homens e para mulheres. Sendo assim:

  • Homens: TMB = 66 + (13,8 x peso (kg)) + (5 x altura (cm)) – (6,8 x idade)
  • Mulheres: TMB = 655 + (9,6 x peso (kg)) + (1,8 x altura (cm)) – (4,7 x idade)

Mas, ainda que exista uma fórmula, ainda é recomendado que esse cálculo seja feito por um profissional.

Pois, existem alguns fatores clínicos, como doenças e temperatura corporal, que podem mudar esse valor.

Até porque, existem algumas coisas que não podem ser modificadas e é individual de cada pessoa.

Como por exemplo a usa herança genética. Ou seja, se a pessoa é alta ou baixa, isso não muda, e afeta bastante a quantidade de calorias que uma pessoa precisa.

Ainda, existem pessoas que tem mais facilidade de emagrecer, enquanto outras engordam por pouco.

Além disso, a idade traz perdas no nosso metabolismo e também de massa magra. Fazendo com que a nossa necessidade calórica diminua.

Por exemplo, a taxa metabólica de uma criança pode ser até o dobro da taxa de um adulto. O que não significa que todos irão engordar quando envelhecem. Cada corpo é um corpo.

Mas, existem fatores que podem alterar a nossa taxa de metabolismo basal?

Sim, enquanto existem alguns números e fatores que não mudam, outras coisas, como nossas rotinas, podem afetar muito esse valor.

Os principais fatores são os hábitos alimentares e atividades físicas. Pois, diversos alimentos possuem a capacidade de acelerar o seu metabolismo, quando ingeridos. Como por exemplo:

  • Peixe;
  • Café;
  • Gengibre;
  • Chá verde;
  • E muito mais.

Ainda, a hidratação do seu corpo pode acelerar também o seu metabolismo. E também, a atividade física, com certeza, é uma das principais características que afetam a velocidade do nosso metabolismo.

Quanto mais você faz exercício físico, mais o seu corpo precisa de energia, fazendo com que o organismo queime muita caloria.

Assim, a sua TMB acaba aumentando, fazendo com que o seu organismo funcione em uma velocidade mais acelerada.

Conclusão

Metabolismo-BasalEntão, agora você sabe qual é a importância de saber a sua taxa de metabolismo basal, para poder se alimentar corretamente.

Além disso, é fundamental para você saber o quanto você deve ingerir para manter o seu corpo saudável.

Assim, esse cálculo é baseado em:

  • Idade;
  • Sexo;
  • Peso;
  • Altura;
  • Gordura corporal;
  • E condições clínicas.

Mas, é importante que você procure também um profissional para fazer esse cálculo o mais exato possível.

Portanto, se você gostou desse artigo, compartilhe com os seus amigos

Como Os Termogênicos Funcionam E Como Tomar?

Se você está procurando maneiras de complementar o seu treino e a sua dieta, tenho certeza que já pensou nos termogênicos.

Pois, hoje em dia, são muito falados e utilizados por pessoas que desejam emagrecer de maneira rápida e eficiente.

Afinal, é um produto que pode acelerar o seu metabolismo, facilitando a queima de gordura e de calorias.

Mas, o seu consumo deve ser feito com uma certa cautela, pois ele pode levar a muitos efeitos colaterais se ingerido de maneira errada.

Então, para saber como tomar esses produtos e como eles funcionam, continue lendo esse artigo.

O Que São Os Termogênicos?

TermogênicosCada vez mais pessoas que desejam emagrecer e definir os seus músculos estão optando pelo consumo de termogênicos.

Mas, afinal, o que são os termogênicos? São produtos que são conhecidos por gerar a termogênese no nosso corpo, ou seja, a produção de calor.

Você pode encontrá-los em alimentos, suplementos e até mesmo em alguns medicamentos.

Geralmente, é um produto utilizado por pessoas que desejam acelerar a queima de calorias e gorduras.

Para entender quais são as substâncias que compõem esse produto, você precisa primeiro entender que varia muito de acordo com o produto escolhido.

Mas, as principais substâncias encontradas nesses produtos são:

  • Cafeína;
  • Taurina;
  • Vitamina B;
  • E inibidores enzimáticos.

A cafeína tem um importante papel de estimular o sistema nervoso e diversos processos metabólicos.

Enquanto isso, a taurina, quando combinada com a cafeína, auxilia nos processos de desintoxicação do corpo.

Já as vitaminas do complexo B são fundamentais para um eficiente processo metabólico.

Por último, os inibidores enzimáticos têm como função inibir as enzimas que são responsáveis por acumular gordura.

Então, como funcionam os termogênicos?

De maneira simplificada, os termogênicos aceleram o metabolismo, o que faz com que haja um aumento do consumo de energia corporal.

Quando você ingere um termogênico, a sua temperatura interna se eleva. Com isso, de uma maneira geral, os processos fisiológicos do seu corpo acabam ocorrendo com mais facilidade.

Então, ele acaba agindo no nosso metabolismo celular. Fazendo com que o nosso corpo produza mais calor e menos energia.

Com uma temperatura elevada, o seu metabolismo trabalha de maneira mais acelerada. Portanto, como consequência, há um maior consumo de calorias.

Assim, o corpo deve buscar energia em outros lugares, sem ser nos nutrientes, como na queima da gordura por exemplo.

Por isso, um dos principais benefícios dos termogênicos é o emagrecimento. Porém, apesar do que muita gente acha, apenas o consumo de termogênico não irá resolver todos os seus problemas.

Pois, para que o efeito seja realmente satisfatório e haja uma boa queima de gordura, o seu consumo deve estar associado a outras coisas, como por exemplo:

  • Dieta equilibrada;
  • Exercícios físicos;
  • Entre outas…

Ainda, uma das consequências dessa queima de gordura é suor excessivo, para que haja um equilíbrio na temperatura corporal.

Além disso, há também a diurese, para que haja uma boa eliminação de toxinas. Outra consequência da elevação de temperatura é a vasodilatação.

Ou seja, o aumento dos vasos sanguíneos. Com isso, há uma melhor troca de nutrientes entre as células do nosso corpo, fazendo com que a sua circulação sanguínea melhore. Então, consequentemente, há uma diminuição da pressão arterial.

Como Tomar Termogênicos?

TermogênicosMuitas vezes a ingestão de termogênicos deve ser acompanhada por um médico, pois, se feita de maneira errada, pode trazer riscos para a saúde.

Por exemplo, eles são contraindicados para gestantes, crianças, idosos e pessoas que sofrem de doenças graves.

Pois, entre os seus efeitos colaterais, encontra-se:

  • Taquicardia;
  • Insônia;
  • Náuseas;
  • Dor de cabeça;
  • Ansiedade;
  • Hipertensão arterial;
  • E muito mais…

Os remédios e suplementos utilizados por quem deseja emagrecer, devem ser controlados.

Assim, você consegue evitar ao máximo os seus efeitos colaterais, e garante a sua boa saúde.

Em geral, essas substâncias devem ser consumidas de 15 a 60 minutos antes do treino. Para que tenham um bom efeito.

Como já foi mencionada, você pode encontrar esse produto em remédios ou alimentos, como:

  • Guaraná;
  • Café;
  • Chá verde;
  • Gengibre;
  • Cacau;
  • Canela;
  • E pimenta.

Para fazer o consumo consciente do termogênico, siga as dicas a seguir.

1. Escolha de acordo com as suas necessidades:

São muitos os suplementos e medicamentos no mercado, e cada um possui a sua fórmula e características distintas.

Por exemplo, alguns são melhores para quem quer controlar a fome. Enquanto isso, alguns são mais indicados para quem deseja estimular mais a queima de gordura.

Por isso, tenha certeza de que está escolhendo o melhor produto de acordo com o seu principal objetivo.

2. Planeje o consumo dos termogênicos junto das refeições:

A maioria desses produtos controlam a fome, diminuindo o apetite. Por isso, a melhor maneira de tomá-los é alguns minutos antes das refeições.

Assim, você já aproveitará e comerá menos. Além disso, não os consuma depois das 18 horas.

Pois, como aceleram muito o metabolismo, acabam deixando a pessoa agitada. Então, é ruim tomar perto da hora de dormir, pois o seu corpo não conseguirá descansar e repor a energia.

3. Utilize o produto termogênico em ciclos:

É importante que você não utilize esse produto em períodos muito longos e sem interrupção.

Pois, o seu corpo pode acabar se acostumando aos seus efeitos, e os resultados não serão mais tão eficientes. Por isso, deixe de consumi-lo por 1 ou 2 semanas, para que o seu corpo descanse dos efeitos dessa substância.

Conclusão

TermogênicosEntão, agora você já sabe tudo que deve saber sobre os termogênicos, como eles funcionam e como devem ser tomados.

Sendo assim, é um produto com eficiência garantida, principalmente quando associado a um bom treino e uma dieta equilibrada.

Mas, o seu consumo deve ser feito com um certo cuidado. Pois, os seus efeitos colaterais são muitos.

Por isso, é importante que você siga sempre as instruções do produto ou do seu médico, para que não tenha problemas.

Portanto, se você gostou desse artigo e quer saber mais sobre esses produtos, deixe aqui o seu comentário.

 

 

 

Dicas De Café da Manhã Que Irão Te Dar Mais Energia

Conhecer boas dicas de café da manhã, é muito importante para quem quer ter energia pro resto do dia.

Afinal, você já deve ter ouvido falar que o café da manhã é a refeição mais importante do seu dia.

Pois, ela será sua primeira refeição e que é feita para repor as energias que você gastou durante a noite. Te preparando para enfrentar um novo dia de trabalho e estudos.

Por isso, é muito importante que seja uma refeição rica em nutrientes, mas, principalmente, que ela lhe proporcione energia de sobra pro seu dia.

Pois, caso contrário, você se sentirá cansado e sem disposição ao longo do dia, e isso ninguém quer.

Então, para saber mais dicas de café da manhã, continue lendo esse artigo.

O Café Da Manhã E A Sua Importância

dicas-de-cafe-da-manhaMuito se fala da importância de um bom café da manhã para o resto do seu dia. Mas, afinal, qual é essa importância e qual é o papel do café da manhã na nossa rotina?

Uma das maiores negligências que podemos cometer é pular o café da manhã, ou até mesmo comer qualquer coisa, sem tirar um tempo para isso.

Mas, apesar de ser recomendado tomar um bom café da manhã, muita gente não aproveita esse momento do dia. São muitos os motivos para isso, como:

  • Falta de tempo;
  • Enjoo matinal;
  • Falta de hábito;
  • E atrasos.

E isso é um costume nada saudável para se ter. Claro que não é necessário um café da manhã de hotel todos os dias, mas é importante ter esse costume.

Pois, já foi comprovado que o café da manhã pode te deixar disposto para o resto do dia, lhe dando o ânimo necessário para seguir a sua rotina diária.

Então, a importância está na hora do dia que a alimentação é feita. Porque durante a noite de sono, o nosso organismo gasta muita energia para manter as duas funções vitais e básicas, como respiração e batimento cardíaco.

Com isso, é necessário repor toda essa energia assim que acordamos, para seguirmos para mais um dia.

Mas, o café da manhã é importante principalmente para as pessoas que fazem um treino pesado na academia.

Portanto, já foi provado que comer bem no café da manhã auxilia até na perda de peso. Além disso, possui muitos impactos positivos na saúde.

O recomendado é um café da manhã com uma grande variedade de nutrientes. Assim, você consegue maneirar mais no almoço e na janta, fazendo refeições mais leves.

Por isso, continue lendo para saber as melhores dicas de café da manhã para ter energia.

Dicas De Café Da Manhã Para Ter Energia Para Seu Dia

dicas-de-cafe-da-manhaO principal segredo para um café da manhã nutritivo é uma boa variedade de alimentos. Na verdade, é recomendado que cada dia seja um café da manhã.

Pois, não precisamos comer todo dia a mesma coisa. Portanto, recomenda-se comer um pouco de cada grupo alimentar no café da manhã, ou seja, um pouco de cada um:

  • Carboidratos;
  • Proteínas;
  • E gorduras.

E a grande vantagem é que o alimento nunca será apenas rico em carboidratos, proteínas ou gorduras.

Eles são ricos também em vitaminas, minerais, fibras e muito mais. Por isso, é importante saber variar.

A seguir uma lista com os principais alimentos para dicas de café da manhã e conseguir a energia necessária para isso.

1. Grãos integrais:

Um dos alimentos mais famosos no café da manhã são pães e torradas.

Para aumentar o valor nutritivo, é recomendado que sejam integrais, pois ajudam a diminuir o índice glicêmico para o resto do dia.

Assim, você consegue também manter energia para o resto do dia.

2. Banana nas dicas de café da manhã:

É uma das principais frutas para café da manhã. Pois, é uma excelente fonte de energia e é rica em sais minerais, entre eles estão:

  • Fósforo;
  • Potássio;
  • E magnésio.

Por isso, é muito importante e uma das melhores dicas de café da manhã para quem faz exercícios regularmente.

Afinal, é rica também em carboidratos e frutose, sendo então uma ótima fonte de energia para os músculos.

Então, você pode comer banana com alguns grãos, cereais e aveias. Tornando o café da manhã ainda mais energético.

3. Ovo:

O ovo é uma das principais, e mais conhecidas fontes de proteína. Por isso, ele é recomendado, principalmente para quem realiza treino pesado, devido à grande quantidade de proteínas.

Além disso, para quem deseja emagrecer é excelente, pois promove saciedade durante o resto do dia.

Bem como, é rico em vitamina A, D e B12, trazendo diversos benefícios para o corpo humano.

4. Dicas de café da manhã com café:

Esse é o mais conhecido, pois dá aquela energia necessária para sair de casa na manhã. Principalmente se você ainda está com sono.

Pois, ele ajuda a diminuir a fadiga e eleva a sua disposição. Ainda, você pode adicionar algumas especiarias no seu café, que lhe darão uma energia extra.

Como por exemplo, canela e gengibre. Pois, esses funcionam como termogênicos, ajudando no gasto calórico do organismo, melhorando a digestão e acelerando o seu metabolismo. Ou seja, auxilia no processo de queima de gordura e calorias.

5. Probióticos:

Muitas pessoas não vão entender esse item, mas vamos explicar. Os probióticos são sim bactérias, mas são aquelas que auxiliam no equilíbrio da flora intestinal.

Ou seja, eles auxiliam o seu processo digestivo, sendo excelente para quem deseja perder aqueles quilinhos.

Então, você pode encontrá-los em alguns alimentos, como:

  • Leite fermentado;
  • Kombucha;
  • Iogurtes.

Assim, você mantém a saúde do seu intestino em dia, o que é importante principalmente assim que você acorda.

Conclusão

dicas-de-cafe-da-manhaPortanto, agora você já sabe algumas das principais dicas de café da manhã para quem precisa de energia de sobra para enfrentar o dia que está por vir.

Mas, além de saber alguns alimentos que não devem faltar nessa refeição, o mais importante é que ela é fundamental.

É muito importante que você não deixe o café da manhã de lado, ele é necessário para que você tenha um dia bom e eficiente.

Então, se esse artigo foi útil para você, deixe aqui o seu comentário.

As Melhores Dicas Para Evitar o Catabolismo Muscular

Você sabia que ao treinar muito você pode estar causando o processo de catabolismo muscular e atrapalhando o seu desenvolvimento?

Muitas vezes treinamos demais, achando que quanto mais treinarmos, maior o nosso músculo irá ficar.

Com isso, acabamos deixando de lado outras preocupações, como a nossa alimentação e o descanso, não só dos nossos músculos, como o nosso.

E todos esses são fatores fundamentais para o crescimento, ou não do nosso músculo. Portanto, é importante saber o que influência esse processo.

Pois, ao contrário do que muitos pensam, se feito de maneira errada, os músculos podem ser quebrados, ao invés de aumentarem.

Então, para saber como evitar esse catabolismo muscular, continue lendo esse artigo.

O Que É Catabolismo Muscular?

Catabolismo-MuscularMuitas vezes fazemos os exercícios da musculação e sentimos que os nossos músculos não estão respondendo como desejando.

Nesses casos, pode estar ocorrendo o catabolismo muscular. Que é um processo onde os músculos e tecidos do nosso corpo atrofiam.

Em muitos casos esse atrofiamento é causado pelo exagero de exercícios na academia. Mas, os motivos podem ser muitos, como por exemplo:

  • Má alimentação;
  • Exercício realizado de maneira incorreta;
  • Medicação incorreta;
  • Falta de descanso;
  • Ou alguma doença.

O nosso metabolismo possui dois processos diferentes, o anabolismo e o catabolismo. Enquanto o anabolismo indica a construção dos músculos, o catabolismo significa a sua destruição.

Em geral, o catabolismo muscular pode ser causar um desgaste excessivo dos mesmos.

Pois, é um processo metabólico que acaba gerando a quebra de algumas substâncias complexas. Assim, elas são transformadas em substâncias simples.

Com isso, há a quebra de proteínas que ficam nos tecidos musculares. Sendo que essas proteínas são responsáveis por fornecer energia para o nosso organismo.

Portanto, é um processo que não é tão simples de reverter. Sendo assim, em muitos casos, é necessária fisioterapia, e até mesmo injeções musculares.

Mas, quando o catabolismo realmente ocorre? Teoricamente, é quando o corpo começa a buscar outras fontes de energia.

Por exemplo, quando você vai treinar, mas não se alimentou direito, então o nosso organismo não tem alimento para buscar energia, e acaba buscando dos nossos músculos, para continuar as suas atividades vitais.

Isso ocorre em alguns momentos, sem trazer nenhum dano muito grave. Mas, o nosso corpo pode entrar em catabolismo por um período mais longo.

E isso fará com que ocorram diversos problemas no seu organismo, além da grande perda de massa muscular.

Como Evitar O Catabolismo Muscular?

Catabolismo-MuscularPara você evitar o catabolismo de acontecer, você deve incentivar atividades e hábitos que incentivem o anabolismo.

Ainda, deve fazer atividades que tornem o catabolismo difícil. Assim, você consegue atingir o balanço metabólico.

Para entender um pouco o catabolismo, você deve saber que ele ocorre durante o treino. Portanto, o músculo não cresce durante a musculação.

É durante o descanso, a noite de sono, que o anabolismo acontece. Então, o que influencia esse processo é o seu descanso, o tipo de treino e a sua alimentação.

1. Limite o seu tempo de treino:

A principal dica para evitar o catabolismo muscular é não ultrapassando dos 60 minutos de treino muito intenso.

Pois, quando esse tempo é ultrapassado, pode ocorrer o processo de catabolismo. Afinal, o seu corpo irá buscar energia nos seus músculos.

Então, enquanto você estiver descansando o seu músculo irá crescer e as proteínas irão quebrar, trazendo problemas para o seu corpo.

Mas, ao mesmo tempo, é importante que o seu treino seja regular e com uma boa intensidade.

Afinal, é importante para você que deseja ter os músculos maiores e definidos, saber encontrar um equilíbrio entre o anabolismo e o catabolismo.

2. Tenha uma boa noite de sono:

Como já foi mencionado anteriormente, o processo de anabolismo ocorre durante a noite de sono.

Pois, é nesse momento que os seus músculos irão descansar, e o seu corpo irá repor a energia.

Portanto, procure dormir entre 7 e 8 horas por noite, de acordo com a sua necessidade fisiológica para ter um bom dia.

Assim, os seus músculos terão tempo suficiente para descansar e recuperar as energias gastas durante o dia.

Além disso, é também durante a noite que o seu músculo irá crescer e o anabolismo irá acontecer.

3. Procure nutrientes através da suplementação:

Quem realiza treinos muito intensos necessita de mais nutrientes do que as outras pessoas.

Então, esses nutrientes podem ser encontrados através de uma suplementação adequada e saudável.

Assim, você consegue garantir que o seu corpo vá receber a quantidade necessária de nutrientes.

Por exemplo, existem hiperproteicos que, se ingeridos após o treino, garante que o seu corpo não precise utilizas as proteínas encontradas nos seus músculos. Assim, acaba evitando o catabolismo.

4. Boa alimentação para evitar o catabolismo muscular:

Uma das principais atitudes que você pode tomar para evitar o catabolismo é consumir proteínas que tenham um alto valor biológico.

Pois, assim, o seu corpo terá proteína suficiente para quebrar quando for necessário. Não buscando a proteína instalada nos seus músculos.

Ainda, para que a regeneração muscular seja completa, o nosso corpo precisa também de diversos aminoácidos.

Uma das principais é a glutamina, que auxilia na produção de outros aminoácidos e no transporte de energia pelo organismo.

5. Evite o estresse:

Algumas coisas como o excesso de estresse podem desencadear reações catabólicas no nosso organismo.

Por isso, cuidado com situações muito estressantes e procure levar um estilo de vida que o relaxe. Por exemplo, excesso de trabalho pode ser um fator negativo.

Conclusão

Catabolismo-MuscularEntão, agora você já sabe quais são as principais causas do catabolismo muscular e como evitá-lo.

Entre elas, estão:

Portanto, para evitar esse processo de acontecer, é preciso tomar muito cuidado e seguir as dicas indicadas nesse artigo.

Talvez, a principal seja não exagerar no exercício físico, e se alimentar corretamente. Lembrando que quanto mais proteína, melhor para o processo de crescimento muscular.

Assim, se esse artigo foi útil para você, que tal compartilhar com os seus amigos?

 

 

 

Dieta Bulking Para Ectomorfos: As Melhores Dicas

Você tem dificuldades de ganhar massa muscular e já tentou de tudo? Aposto que ainda não tentou a dieta bulking para ectomorfos.

Pois, essa dieta é feita especialmente para quem tem dificuldade de ganhar massa. Por isso, ela se baseia em muitas calorias diárias.

Então, se você se identifica com isso, essa dieta pode ser a solução para você. Afinal, é ingerindo muita caloria que você irá conseguir mudar o seu corpo.

Só assim, você conseguirá aumentar o seu peso de maneira significativa e alcançar os seus objetivos.

Portanto, para saber todas as dicas sobre a dieta bulking, continue lendo o artigo.

O Que É Dieta Bulking Para Ectomorfos?

Dieta-Bulking-Para-Ectomorfos

Bulking é um processo na musculação onde os praticantes escolhem ganhar peso e massa muscular.

Assim, há um aumento da massa magra, no lugar da gordura. Esse processo é feito a partir de uma combinação de exercícios físicos com dieta.

Portanto, nesse caso, a base da dieta é a grande quantidade de alimento que deve ser ingerida.

Mas, muita gente acaba realizando a dieta de maneira errada, pois acha que deve apenas comer muito, seja qual for o alimento.

Mas, a dieta bulking para ectomorfos inclui alimentos específicos, de acordo com os seus nutrientes. Pois, esse ganho de massa deve ser feito de forma saudável.

Então, para essa dieta, você deve consumir uma quantidade de alimentos maior do que o normal.

Portanto, você deve aumentar o consumo de calorias. Mas, os principais tipos de alimentos são:

  • Proteínas;
  • Carboidratos;
  • E ácidos graxos essenciais.

Ainda, nos dias que você fizer exercício físico, deve consumir mais ainda. Em média, deve ingerir pelo menos 500 calorias a mais do que nos dias sem atividade física.

Além disso, é recomendado que você faça exercícios aeróbios pelo menos duas vezes na semana. De preferência por pouco tempo.

Assim, você não acumula mais massa do que deseja, e também não queima o que está tentando ganhar.

Mantendo então o objetivo, que é de ganhar massa. Para isso, deve haver um equilíbrio, entre a alimentação e o exercício físico.

Mas, o que é o biotipo ectomorfo?

Quem possui esse biotipo é uma pessoa naturalmente mais magra do que a maioria. E isso faz com que a pessoa que tenha esse biotipo não conquiste resultados tão satisfatórios na academia.

Ou seja, é aquela pessoa que é magra desde sempre, e que pode comer muito e mesmo assim continua magra.

Aquela pessoa que causa inveja naquelas que desejam sempre emagrecer e não conseguem.

Pois, o seu ganho de massa pode ser mais difícil do que para outras pessoas. Portanto, não é à toa que são as pessoas que mais aderem a dieta bulking para ectomorfos.

Afinal, são os que mais preciso de ganho de massa magra, e possuem muita dificuldade. Portanto, a única maneira é comendo acima do normal.

Como Fazer A Dieta Bulking Para Ectomorfos?

Dieta-Bulking-Para-EctomorfosEntão, como fazer a dieta bulking para ectomorfos? Já foi mencionado que a dieta é feita se alimentando o máximo possível.

Mas, sempre com alimentos nutritivos e saudáveis, claro. Então, a seguir, uma lista de dicas sobre como fazer essa dieta.

1. Comece aos poucos:

Não adianta de um dia para o outro começar a comer muito mais do que o costume. Isso pode trazer um impacto muito forte para o seu corpo.

Portanto, adicione as calorias aos poucos. O ideal é avaliar quantas calorias você ingere diariamente.

Então, adicione 100 calorias na sua alimentação a cada dia que passa. E faça isso até chegar ao seu peso ideal e alcançar o seu objetivo.

No início, procure aumentar as calorias com alimentos que você já está acostumado. Depois da primeira semana, procure adicionar novos alimentos a sua dieta também.

2. Alimentos certos para dieta buking ectomorfos:

A recomendação é que você se alimente principalmente de proteínas. De preferência, pelo menos 30% das suas calorias diárias devem vir de proteínas.

Assim, o seu corpo terá o nutriente necessário para construir novos músculos e fortalecê-los.

Por isso, recomenda-se colocar frango, peixe e carne magra na sua dieta. Além disso, os carboidratos também são muito recomendados, como aveia, quinoa, arroz integral, e grãos em geral.

E não corte a gordura da dieta, escolha apenas as gorduras boas, como abacate e azeite, por exemplo.

3. Utilize suplementos como auxílio:

É na verdade recomendado até que você consuma suplementos para complementar a sua alimentação. Principalmente aqueles ricos em vitaminas e minerais.

Um dos mais importantes é a vitamina C e ácidos graxos. Além disso, creatina e glutamina são substâncias muito consumidas por quem faz essa dieta. Pois, fornecem esteroides, sem possuir efeito colateral.

4. Se alimente bem depois dos treinos:

É muito importante para o ganho da massa magra, a ingestão de alimento após o treino. Muitas pessoas pensam mais no alimento que deve ser consumido antes do treino, para dar energia suficiente.

Com isso, acabam esquecendo a comida pós treino. Mas, é muito importante repor o combustível que foi gasto no treino.

Além disso, é o momento em que o seu corpo melhor absorve todos os nutrientes, o que ajuda no crescimento dos músculos. O recomendado é 50 gramas de proteína e 100 gramas de carboidrato depois do treino.

5. Beba muita água na dieta bulking para ectomorfos:

Essa dica não é específica para dieta bulking para ectomorfos, pois todos devem beber o máximo de água possível.

Mas, para quem deseja ganhar massa magra, é especialmente necessário. Assim, tente beber o máximo possível.

De preferência, beba em torno de 2 litros de água por dia pelo menos. Dessa maneira, os efeitos desejados serão alcançados com mais facilidade.

Conclusão

Dieta-Bulking-Para-Ectomorfos

Então, se você tem dificuldades para ganhar massa muscular, a dieta bulking para ectomorfos é a escolha certa para você.

Pois, é uma dieta que tem como objetivo o aumento do seu peso corporal, através do ganho da massa magra.

Para isso, você deve focar na ingestão de proteína e carboidratos. Mas, não pode deixar de lado a gordura boa e muito menos a água.

Portanto, se esse artigo foi útil para você, deixe aqui o seu comentário.

 

 

 

 

Entenda Como Funciona A Biomecânica Nos Treinos

Você sabe qual é a importância do movimento correto do seu corpo na hora da musculação? Para isso existe a biomecânica nos treinos.

Pois, é muito importante saber qual movimento realizar e que ele seja feito de maneira correta.

Só assim, você irá atingir o objetivo do seu treino. Afinal, ao entender o movimento que o seu corpo faz e como ele afeta os seus músculos, você consegue ter um treino mais eficiente.

Portanto, se você quer entender mais sobre esse estudo e todos os seus efeitos na sua musculação, continue lendo esse artigo.

O Que É Biomecânica Nos Treinos?

Biomecânica-Nos-TreinosA biomecânica é uma área de estudo da cinesiologia que tem como função analisar os movimentos do nosso corpo.

E esse estudo é feito em todos os seus mínimos detalhes. Ainda, estuda todas as forças que atuam sobre ele.

Então, o seu objetivo é explicar como conseguimos produzir a força que produzimos com o nosso corpo, entendendo então como os exercícios físicos são realizados.

Assim, é possível realizar uma comparação entre diversos exercícios. E isso é utilizado na hora de compor os treinos físicos, de acordo com cada exercício e seu movimento.

A biomecânica observa todas as estruturas do nosso organismo que pode realizar algum tipo de movimento.

Além disso, a biomecânica também estuda a interação entre diversos músculos que estão envolvidos em um movimento.

Afinal, cada movimento que fazemos mexe com inúmeros músculos, e não faria sentido estudar apenas um deles.

Em cada região do nosso corpo. Pois, um simples movimento, como andar, pode causar inúmeras respostas biomecânicas, em diferentes partes do nosso corpo e em vários músculos.

Assim como os nossos movimentos naturais, nos treinos, podemos fazer um movimento de musculação mais natural ou que tenha uma maior influência dos nossos desejos.

Conforme essa ciência vai avançando e os movimentos vão sendo estudados, é possível buscar formas e movimentos que alcancem objetivos específicos.

Ou seja, se você tem algum objetivo específico no seu treino, os seus exercícios serão focados em movimentos que o tornem mais fácil de ser atingido.

Como Funciona A Biomecânica Nos Treinos?

Biomecânica-Nos-TreinosMas então, como podemos utilizar a biomecânica nos treinos? Ao contrário de utilizar ela a nosso favor, a ideia é dificultar os movimentos propositalmente.

Assim, os resultados desejados serão atingidos de maneira eficiente. Pois, quando a gente torna um movimento mais difícil para o músculo que queremos trabalhar.

Esse músculo acaba sendo utilizado mais do que em movimentos mais simples. Pois, esse movimento mais complicado é pensado de tal maneira que os músculos auxiliarem não irão ajudar muito no processo.

Portanto, assim, conseguimos utilizar mais o músculo alvo, de forma isolada. Então, é possível entender que é muito melhor incrementar o exercício com uma dificuldade maior nos movimentos, do que na intensidade do exercício.

Entre as principais vantagens desse método está a redução do risco de lesão. Na maioria dos casos, pequenas modificações nos exercícios e na sua movimentação podem fazer toda a diferença.

Então, quais podem ser os efeitos da biomecânica nos treinos?

Por exemplo, em um exercício de remada sentado, geralmente a pessoa começa puxando o peso.

Mas, utilizando a biomecânica, aprendemos a contrair os ombros antes de começar a puxar o peso.

Assim, há um “esmagamento” do músculo que queremos trabalhar. São pequenos detalhes como esse que podem corrigir um movimento e tornar o exercício mais eficiente.

Ainda, existem casos onde o exercício não é corrigido, e sim feito de maneira diferente. No caso de um leg press, existem duas maneiras de fazer.

O mais comum é com as pernas afastadas e os pés na parte de cima do aparelho. Nesse caso, você trabalha os quadríceps e posteriores.

Mas, segundo a biomecânica, se você quiser focar no quadríceps, você deve abaixar as suas pernas e colocar os pés um pouco abaixo na plataforma.

Outras consequências da biomecânica nos treinos é evitar as lesões. Pois, uma vez que você corrige diversos movimentos, você torna o exercício mais seguro, antes de mais nada.

Como Montar Um Treino Eficaz?

Para montar um treino adequado, utilizando o estudo da biomecânica, primeiro você deve saber quais são as condições do aluno.

Esse deve ser o primeiro passo. Pois, você deve saber qual é a sua experiência com treino e atividades físicas, para saber se tem facilidade em realizar os movimentos.

Uma dica é que para iniciantes, o treino comece nas máquinas. Afinal, é muito mais fácil acertar o movimento quando a máquina o limita.

Além disso, são muitos os possíveis erros na hora de realizar esses exercícios. A primeira dica é realizar o movimento devagar.

Assim, o seu músculo irá trabalhar de maneira correta e o movimento será realizado do jeito que deve ser.

Portanto, é importante controlar a velocidade do exercício. Além disso, de nada adianta realizar o movimento correto e colocar uma carga acima das suas condições físicas, para tentar acelerar o processo.

Isso pode comprometer a sua movimentação e também gerar lesões musculares. Ainda, muita gente quando treina acaba não utilizando toda a amplitude articular que o seu músculo possui.

Em geral, isso ocorre devido à sobrecarga, fazendo com que a pessoa não tenha força para terminar o movimento. E isso pode ser muito ruim, pois causa um estresse nas articulações.

Conclusão

ConclusãoEntão, agora você já sabe que a biomecânica nos treinos pode ser fundamental para que você realize o movimento correto.

Com isso, o seu músculo alvo acaba trabalhando mais, e de maneira eficaz. Fazendo com que o exercício tenha o resultado desejado.

Portanto, ao entender os movimentos do seu corpo, e como eles afetam cada músculo, você consegue montar uma série de acordo com os seus objetivos.

Está esperando o que então para começar o seu treino utilizando a biomecânica? Compartilhe esse artigo com os seus amigos, se ele foi útil para você.

 

 

 

Por Que Fazer Reeducação Alimentar NÃO É Difícil

Você está querendo emagrecer ou até mesmo, simplesmente, ter hábitos mais saudáveis? De qualquer jeito, a solução é fazer uma reeducação alimentar.

Muita gente acha que isso é muito difícil, mas na verdade precisa apenas ter foco e determinação.

Pois, conforme você vai aprendendo mais sobre os alimentos e os seus benefícios, você acaba gostando do processo.

Afinal, você sente como se tivesse controle sobre a própria alimentação e saúde. E você tem mesmo.

Então, continue lendo esse artigo para saber mais dicas de como fazer essa reeducação.

Qual A Importância Da Reeducação Alimentar?

Reeducação-AlimentarSe você já desejou fazer uma dieta e perder aqueles quilinhos, mas nunca conseguiu, você deveria tentar fazer uma reeducação alimentar.

Pois, é um processo onde você aprende a se educar e educar o seu cérebro a comer melhor e de maneira mais saudável.

Por isso, ao contrário de uma dieta que você faz para emagrecer, a reeducação não tem um prazo de validade. E talvez, essa seja a sua maior vantagem.

Afinal, muitas pessoas tentam dietas malucas e muito restritivas para emagrecer e não dá certo.

Na verdade, na maioria dos casos, você até consegue emagrecer. Mas, o problema é quando a dieta acaba.

Geralmente, você volta a se alimentar como comia antes, ou até mais, devido a necessidade que você sente depois de ter se restringido tanto.

Com isso, você acaba ganhando todo o peso novamente, de maneira muito rápida e não saudável.

Então, a dieta não adiantou muito porque você não mudou o seu mindset, apenas ficou um tempo sem se alimentar como o costume.

Isso acontece porque você não tirou tempo para mudar os seus hábitos alimentares e aprender a se alimentar melhor.

E é só assim que você conseguirá manter um peso ideal, e o corpo que deseja. Mantendo os seus hábitos saudáveis e garantindo uma boa saúde.

Assim, você irá conseguir emagrecer sem muito esforço. Apenas adotando novas rotinas alimentares na sua vida.

E ao se tornar uma rotina, você consegue fazer com que não necessite de esforço algum. Então, conhecendo os alimentos e os seus valores nutritivos, você aprende a tomar decisões alimentares responsáveis.

Dessa maneira, você terá consciência sobre os alimentos e tudo aquilo que ingere. O que torna mais fácil você não comer qualquer coisa que só prejudique o seu corpo.

Dicas De Como Fazer A Reeducação Alimentar

Reeducação-AlimentarMas então, como fazer a reeducação alimentar? Primeiro, você deve ter certeza de que é isso que você quer.

Pois, é um processo que exige foco e uma certa força de vontade. Por isso, é importante compreender que é um novo estilo de vida, muito mais saudável do que o seu anterior.

Então, pode ser uma boa ideia começar consultando um nutricionista. Afinal, ele irá lhe mostrar quais são os bons alimentos, e irá lhe ensinar quais são aqueles que devem estar no seu dia a dia.

Mas, mesmo sem consultar um nutricionista, tem algumas coisas que você pode fazer que irá lhe ajudar.

1. Escolha os seus alimentos corretamente:

Como já foi dito anteriormente, você deve aprender sobre os alimentos, para saber o que você pode e deve comer todo dia.

Ainda, existem alguns que você pode comer de vez em quando, mas deve evitar que se torne uma rotina.

Mas, tem alguns alimentos que você pode comer todo dia, como:

  • Carnes magras;
  • Verduras
  • Legumes;
  • Aves;
  • Cogumelos;
  • E ovos.

O mais importante é evitar carboidrato e gordura ruim em excesso. Mas, não exclua totalmente esses nutrientes da sua dieta, pois são necessários também.

2. Beba bastante água para a reeducação alimentar:

Muitas vezes esquecemos de nos hidratar na correria do dia a dia, mas a água é essencial para a nossa saúde.

Ainda, se você está procurando emagrecer, é um hábito que pode ajudar. Pois, dá uma sensação maior de saciedade.

Portanto, recomenda-se que você beba uns 2 litros de água por dia. Mas, sabendo que pode ser complicado, beba o máximo que puder.

3. Tome o seu tempo para mastigar nas refeições:

Um hábito que quase ninguém repara mas pode ser muito prejudicial para o seu hábito alimentar é o de mastigar.

Pois, muitas pessoas mastigam muito rápido e isso pode ser prejudicial. Afinal, você acaba não triturando a comida como deveria.

Assim, o seu organismo tem mais trabalho para digeri-la. E isso pode prejudicar muito o seu processo de digestão.

4. Coma de 3 em 3 horas:

Muito se fala sobre o intervalo que devemos se alimentar. E o intervalo ideal é de 3 em 3 horas.

Pois, nesse caso, você tem tempo suficiente para querer comer novamente. Ainda, é o tempo certo para que você não precise comer muito nas refeições.

Assim, nunca estará com fome, e nunca estará muito cheio.

5. Passe a cozinhar mais para você com a reeducação alimentar:

Essa é uma dica extra, digamos assim. Pois, não faz parte da reeducação alimentar em si, mas pode ajudar muito o processo.

Primeiro, porque você aprende a lidar com a comida de uma maneira melhor, e aprende a ter uma noção melhor do que está comendo.

Ainda, você cria uma relação mais íntima com os alimentos, e os respeita como não fazia antes.

E segundo, porque assim você não fica refém das opções de comida na rua. Dessa maneira, você pode se alimentar bem em todas as refeições.

Conclusão

Reeducação-AlimentarEntão, agora você já tem todas as dicas sobre como fazer uma reeducação alimentar de sucesso.

Não esqueça que o ideal é procurar um nutricionista, para poder aprender melhor sobre os alimentos que você está ingerindo.

Mas, além disso, é importante tomar outras atitudes, como:

  • Beber muita água;
  • Fazer as refeições em um curto espaço de tempo;
  • Aprender a cozinhar;
  • Mastigar devagar;
  • E escolher melhor os seus alimentos.

Portanto, está esperando o que para colocar sua reeducação alimentar em prática? Se esse artigo lhe ajudou de alguma maneira, compartilhe com os seus amigos.