Como Calcular BF – Veja O Que Significa E Como Pode Te Ajudar

Se você está fazendo dieta, ou seguindo uma rotina de exercícios físicos e quer acompanhar o seu desenvolvimento, deve saber como calcular BF.

Pois, ao saber como calcular a quantidade de gordura que existe em seu corpo, você consegue ter uma melhor noção da sua saúde.

Afinal, muitas pessoas possuem gorduras bem espalhadas e não causam um grande impacto.

Portanto, você não consegue ter uma boa noção da sua gordura corporal apenas olhando, é muito difícil.

Então, medir a sua gordura corporal corretamente pode lhe dar uma melhor noção de como está indo e como está de saúde.

Por isso, continue lendo o artigo para saber como calcular BF.

O Que É e Como Calcular BF?

como-calcular-bfBF é body fat, ou seja, gordura corporal. Portanto, é importante entender que o nosso corpo é composto de:

  • Água;
  • Glicogênio;
  • Músculos;
  • E ossos e órgãos internos.

Então, a nossa BF, ou seja, a porcentagem de gordura em nosso corpo será a proporção de gordura que temos disponível, em relação a todas essas coisas.

Ou seja, a quantidade de gordura que temos em relação ao resto do nosso corpo. É muito importante entender esse conceito, pois essa gordura é essencial para a nossa sobrevivência.

Ao contrário do que muitos procuram, não devemos buscar a gordura zero. Pois, ela é responsável por proteger nossos órgãos internos.

Além disso, é também fonte de energia para o nosso corpo. Por isso, secar muito não é saudável e nem mesmo é possível se exercitar bem se esse índice for muito baixo.

Qual é a importância de entender como calcular BF?

É muito importante entender que esse conceito se refere unicamente a sua quantidade de gordura.

Pois, é muito comum você ver duas pessoas com o físico bem diferente, e com o mesmo percentual de gordura. Mas, como isso acontece? É muito simples.

Afinal, se você tem o mesmo percentual de gordura que uma pessoa, mas possui músculos, o seu corpo não terá a mesma aparência de alguém que não possui muita massa muscular.

Portanto, você deve entender que o BF não tem nada a ver com massa muscular. Além disso, é a melhor maneira de você ter algum controle sobre o seu desenvolvimento muscular e sobre a sua forma física.

Então, se você está seguindo uma rotina de dietas e exercícios físicos, esse acompanhamento é essencial.

Muitas coisas irão afetar, como sexo e idade. Por exemplo, homens geralmente possuem o percentual de gordura corporal menor do que o das mulheres.

Isso acontece porque eles possuem mais testosterona. Assim, há um favorecimento da construção muscular.

Ainda, algumas coisas podem afetar esse valor. Um exemplo é a utilização de hormônio estrogênio. Porque, esse hormônio irá adicionar um aumento de 5% no BF.

Quanto De Gordura Precisamos e Como Calcular BF?

como-calcular-bfAntes de começarmos a calcular o BF, é preciso entender quanto de gordura precisamos.

Afinal, as pessoas procuram saber qual é a porcentagem que possuem no corpo para saber se devem perder alguma gordura.

Ou melhor, quanto devem perder de gordura. Portanto, a quantidade de gordura que você necessita é o mínimo que você precisa para sobreviver, certo?

Mas, quanto de gordura você precisa, só você consegue saber. Afinal, qual é o seu objetivo?

Se você quer ser magro, é uma porcentagem, se quer ser saudável e em forma é outra. Portanto, não há um valor certo.

Esse monitoramento, de tempos em tempos, pode ser importante para você ter uma noção sobre o seu desempenho, e até mesmo sobre a sua saúde.

Afinal, se esse índice for muito alto, você deve mudar um pouco a sua vida, pois há riscos para a saúde.

Então, como calcular BF? Existem várias maneiras de fazer esse cálculo, não existindo um único método.

Mas, alguns não são muito eficientes ou práticos, como por exemplo:

  • Peso e altura;
  • Imersão na água;
  • E resistência elétrica.

O método que utiliza a medição de peso e altura é muito vago, pois não leva em consideração o seu peso muscular. Por isso, não é confiável.

Entretanto, o método de imersão na água é muito preciso. Mas, é necessário se pesar no fundo de uma piscina, pois a sua gordura irá flutuar na água.

Assim, você obterá o seu peso magro. O resto é o peso da sua gordura. Mas, convenhamos que não é tão simples se medir no fundo de uma piscina.

Já o método de resistência elétrica pode ser perigoso, e exige um material muito específico.

Por isso, se você quer saber como calcular BF, a melhor maneira é por medidas corporais.

Calculando BF por medidas corporais

Para isso você deverá pegar uma fita métrica e medir as seguintes regiões do corpo:

  • Circunferência abdominal: deve ser colocada no nível do umbigo, após a expiração;
  • Pescoço e sua circunferência: deve ser colocada abaixo da laringe;
  • Circunferência do quadril: necessária apenas para mulheres, medindo a maior circunferência possível.

Então, você irá utilizar uma fórmula para realizar esse cálculo. Para homens, a fórmula é:

Já para mulheres, a fórmula é:

Pode parecer uma fórmula muito complexa, mas você consegue encontrar diversos sites na internet com calculadora para realizar essa fórmula.

Por isso, a parte mais importante, e que depende de você, é a medição, que deve ser muito precisa e feita nos locais indicados corretamente.

Por exemplo, se você medir a cintura sem estar relaxado, esse valor será maior do que a realidade.

Conclusão

como-calcular-bfEntão, agora você já sabe a melhor e mais prática maneira de como calcular BF de uma vez por todas.

Com isso, você conseguirá medir em casa, a sua porcentagem de gordura corporal e manter um acompanhamento do seu desenvolvimento.

Sendo assim, conseguirá adaptar o seu treino e sua alimentação de acordo com esse percentual e com o seu objetivo.

Lembrando que esse percentual não indica quanto você tem de massa muscular, pois não tem nada a ver com isso.

 

Tríceps Francês – Conheça Esta Técnica Para Desenvolver Seus Músculos

Se você deseja desenvolver os músculos dos seus braços e atingir o corpo que tanto deseja, deveria conhecer o Tríceps Francês.

Todos os amantes de academia sonham em ter braços musculosos e volumosos. Sendo assim, é o objetivo da maioria dos homens.

Para isso, é necessário realizar diversos exercícios que estimulem bem os músculos dos braços.

Mas, existe um exercício bem simples, e completo, que tem como objetivo trabalhar o tríceps e garantir esse desenvolvimento.

Então, se você deseja aprender qual é essa técnica e quais são as suas vantagens, continue lendo esse artigo.

O Que É A Técnica Tríceps Francês?

triceps-francesUm dos objetivos mais procurados hoje em dia nas academias é desenvolver os braços. Por isso, os exercícios com esse objetivo ganham cada vez mais atenção.

O Tríceps Francês é um deles. Não é preciso de muito para entender que Tríceps Francês é alguma técnica que trabalha os tríceps, certo?

E o tríceps é um músculo existente em nosso braço, o maior deles. Sendo assim, é essencial trabalhar esse músculo para alcançar o desejado braço volumoso.

Mas o que é exatamente? É um exercício considerado multidisciplinar. Pois, consegue trabalhar diversas partes do nosso corpo, como:

  • Ombros;
  • Tronco;
  • Extensão do cotovelo;
  • E, claro, tríceps.

O principal músculo que esse exercício ativa é o tríceps braquial. Pois, é o músculo ativado pela extensão do cotovelo, e esse é o principal movimento desse exercício.

Mas, além disso, também há uma boa ativação do deltoide, que tem uma função de estabilizador na execução desse exercício.

Por isso, esse exercício serve, principalmente para quem deseja aumentar o volume dos braços.

Uma das principais vantagens desse exercício é estimular diversos músculos ao mesmo tempo.

Pois, você consegue, com um único exercício, ativar toda a região do tronco e dos ombros. Mas, esse não é o seu único benefício.

Além disso, ele pode ser feito de muitas formas diferentes. Por isso, é um exercício que pode ser adaptado de acordo com o seu condicionamento físico.

Ou seja, ele pode ser feito por pessoas mais experientes e que trainam há muito tempo, mas também pode ser feito por iniciantes.

Ainda, você tem várias possibilidades de estímulos durante a sua execução, podendo variar de tempos em tempos.

Como Realizar O Exercício Tríceps Francês

triceps-francesAntes de explicar a execução desse exercício, é importante falar que ele não necessita de nenhum apoio nas costas.

Mas, muitos especialistas recomendam que seja feito com o apoio de um banco, para a redução de risco de lesão.

Então, agora podemos tratar da sua execução. Apesar do Tríceps Francês ser um exercício simples, ele deve ser feito com muito cuidado.

Por isso, é necessário seguir bem as instruções a seguir, até mesmo para alcançar o máximo de resultado.

1. Segure a barra acima da cabeça:

Você irá realizar esse exercício com uma barra. Então, deverá segurar essa barra acima da sua cabeça.

Para isso, você deve manter os seus braços estendidos. Isso faz com que você estimule o músculo do seu cotovelo ao máximo.

Ainda, é importante para não colocar nenhuma pressão nos seus pulsos e evitar possíveis lesões. Portanto, essa é a sua posição inicial.

2. Desça com o braço atrás da cabeça:

Começando o exercício você deverá flexionar a barra, descendo o braço, porém, para atrás da cabeça.

É muito importante controlar bem a respiração nesse momento de descida. Depois, você irá levanta novamente a barra, estendendo os cotovelos.

3. Estenda novamente o braço:

Você quer estimular a região do tríceps. Por isso, irá estender os cotovelos até o limite da sua contração.

4. Alternativas da execução do exercício:

Então, esse é o exercício, na sua forma mais básica e original. Mas, se você possui um pouco de experiência, pode fazer algumas alterações.

É possível realizar o exercício com um haltere bilateral. Assim, as duas mãos estarão segurando o mesmo peso.

Portanto, a única diferença é que as mãos devem estar viradas para cima, e começar com os braços atrás da cabeça necessitando de uma maior coordenação motora.

Além disso, você pode fazer também de maneira unilateral, com um halter só, uma mão de cada vez.

Assim, você exige uma maior concentração e equilíbrio. Por isso, só é recomendado para atletas.

Ainda, você pode utilizar um aparelho de corda para realizar esse exercício. Assim, você coloca o peso que deseja, e puxa a corda até esticar o braço acima da cabeça.

5. Cuidados que você deve ter ao executar o Tríceps Francês

Apesar de ser um exercício simples, é possível ver que a sua execução não é tão fácil assim.

Então, se torna um exercício que possui alto risco de lesão ou alguma complicação durante a sua execução.

Por isso, você deve prestar bastante atenção. Então, você deve seguir algumas dicas para não se machucar.

  • Quando colocar o braço para trás, o seu cotovelo deve estar sempre na linha do ombro;
  • Os seus ombros devem estar sempre alinhados. Então, cuidado para não os flexionar demais e gerar uma sobrecarga em suas articulações;
  • Caso tenha alguma condição especial no ombro, faça sempre acompanhado de um preparador físico;
  • Não perca a estabilidade. Afinal, é fácil perder a estabilidade ao ir no ponto máximo de flexão do cotovelo. Por isso, mantenha sempre o ombro estável.
  • Mantenha os punhos firmes e neutros durante todo o exercício. Pois, ele não deverá ser trabalhado;
  • Cuidado com o exagero na carga. Teste primeiro o quanto você consegue levantar, para evitar lesões.

Conclusão

triceps-francesPortanto, o Tríceps Francês é um exercício de simples execução. Mas que trabalha diversos músculos, se tornando um grande aliado do crescimento muscular.

Por isso, ele é escolhido por atletas e pessoas ao redor do mundo, na hora de trabalhar  tríceps.

Mas, lembre-se de seguir todas as recomendações de cuidados. Pois, o movimento realizado nesse exercício, apesar de simples, pode ser muito perigoso.

É essencial que você preste atenção no movimento e nas articulações que são trabalhadas durante o exercício.

Então, se você gostou desse exercício, está esperando o que para tentar? Deixe aqui nos comentários o seu relato sobre o Tríceps Francês.

 

Dieta Low Carb – Veja Como É e Aprenda A Fazer Você Também!

Se você toda hora tenta emagrecer e não consegue de jeito nenhum, está na hora de tentar a dieta low carb.

Muita gente fala que essa dieta não é boa e pode não ser bom para a sua saúde. Mas, será mesmo?

Quando falam isso, estão se referindo a dieta cetogênica, que corta completamente o consumo de carboidratos da sua dieta.

Mas, esse não é o que a dieta low carb faz. O seu objetivo é emagrecer com saúde, mantendo na sua dieta todos os nutrientes essenciais.

Então, para entender mais e saber como aderir a essa dieta, continue lendo esse texto.

O Que Significa Dieta Low Carb?

dieta-low-carbÉ de conhecimento geral que os carboidratos podem ser responsáveis por muito ganho de peso.

Por isso, geralmente, quando a pessoa está de dieta, ela deve reduzir a ingestão desse macronutriente.

Muitas pessoas cortam todos os carboidratos quando querem emagrecer e definir o corpo. Mas, isso não deve ser feito.

Pois, não é saudável, uma vez que é um nutriente essencial para nós. E assim como tudo na vida, em excesso faz mal.

Por isso, é importante equilibrar o seu consumo. Ao zerar esse consumo, o seu corpo fica sem a sua principal fonte de energia.

Então, acaba tendo que tirar energia das proteínas, prejudicando assim o seu crescimento muscular.

Para evitar isso, começaram a adotar a dieta low carb. Pois, é uma dieta que reduz o consumo de carboidrato, sem o cortar definitivamente.

Pois, se exageramos no consumo de carboidrato, armazenamos a energia extra em forma de células de gordura.

Assim, você deve tirar as maiores fontes de calorias do seu prato. Mas, você não irá só diminuir a quantidade de carboidratos ingerida.

Você irá também melhorar a qualidade dos carboidratos que ingere. Afinal, muitas vezes associamos carboidratos com comidas que engordam muito, como doces e massas.

Mas, existem os cereais e grãos integrais que são perfeitos para quem deseja emagrecer.

Então, o objetivo dessa dieta é emagrecer, perder gordura e definir o corpo. Por isso, é perfeita para quem está fazendo exercícios físicos, sendo um excelente aliado na definição muscular.

Quais os benefícios da dieta low carb:

O principal, e mais conhecido benefício da dieta low carb é o emagrecimento. Mas, essa dieta traz muitos benefícios além desse.

Pois, ao aderir essa dieta, você está aderindo um novo estilo de vida. E isso irá afetar muito o seu organismo em geral.

Ao trocar a fonte de energia do nosso corpo, do carboidrato por gorduras naturais, temos mais energia.

Além disso, são alimentos que nos saciam por mais tempo. E isso é fundamental para quem deseja emagrecer.

Ainda, com uma nova alimentação rica em gordura boa e natural, você acaba ingerindo muitos alimentos que aumentam o nível de colesterol bom em seu sangue.

Com isso, há uma redução do risco de doenças cardíacas. Também, diminuem problemas relacionados ao acúmulo de glicose, diminuindo o nível de insulina no sangue.

Como Realizar A Dieta Low Carb?

dieta-low-carbEm geral, para a maioria dos brasileiros, cerca de 55% das calorias que ingerimos diariamente vem dos carboidratos. Por isso, na dieta low carb, esse número é reduzido para 40% ou ainda menos.

Um dos maiores aliados para que isso seja possível vai ser a substituição dos carboidratos que você costuma ingerir por carboidratos integrais.

Assim, você deverá banir todos os alimentos refinados, como arroz branco, refrigerante, alimentos processados, macarrão, pão branco e doces.

Esses alimentos devem ser cortados da sua dieta, pois não possuem fibra, nem outros nutrientes e favorecem o acúmulo de gordura.

Sendo assim, esses alimentos são responsáveis por um alto ganho de peso. Por isso, você deve optar pelos carboidratos mais saudáveis, como:

  • Cereais integrais;
  • Batata-doce;
  • Abóbora;
  • Inhame;
  • E algumas frutas.

Os legumes e as verduras também estão liberados. E os outros nutrientes nessa dieta, como ficam? Você deve fazer também uma substituição nas proteínas e gorduras que você consome.

Afinal, se você deseja emagrecer, deverá escolher alimentos mais saudáveis e menos gordurosos.

Para gordura, você deve cortar as saturadas o máximo que puder. Por isso, procure conseguir a sua gordura através das oleaginosas, como castanhas, azeite e amêndoas.

Já para as proteínas, você deve focar em carnes magras, ou proteína vegetal. Assim, você consegue uma alimentação equilibrada.

Qual é a quantidade permitida de carboidrato por dia?

Falamos que você deverá o seu consumo diário de carboidratos a 40%, pelo menos. Mas isso não nos dá muita noção da quantidade.

Para saber essa quantidade, primeiro você deve traçar metas. Ou seja, veja o seu peso, e pense em qual peso você quer chegar.

Só assim você conseguirá fazer um bom planejamento da sua dieta. Por isso, siga a seguinte recomendação:

  • Para a perda de mais de 10 kg: Consuma no máximo 20 gramas de carboidrato líquido por dia;
  • Para a perda de menos de 10 kg: Consuma cerca de 35 gramas de carboidrato líquido por dia.

E como eu calculo o carboidrato líquido? Os carboidratos possuem fibras, que não devem ser adicionadas na conta de carboidrato diário.

Por isso, o carboidrato líquido será o carboidrato total menos as fibras dos alimentos que você está consumindo.

Então, abandone a ideia de contar calorias ingeridas quando está de dieta. O importante aqui é contar a quantidade de carboidratos ingerida.

Além disso, lembre se de sempre tirar medidas e monitorar o seu peso para acompanhar os resultados da dieta.

Conclusão

dieta-low-carbEntão, agora você já sabe o que é a dieta low carb, os seus benefícios e como ela deve ser feita.

Não é tão fácil quanto que parece, pois exige que você deixe de consumir alimentos que estamos acostumados.

Mas, eles não são saudáveis, muito menos necessário. Por isso, se você tiver foco e determinação para seguir essa dieta, conseguirá perder peso rapidamente.

Além disso, você estará substituindo alimentos de baixo valor nutricional por alimentos ricos em nutrientes.

Portanto, se você pretende começar a dieta, ou até mesmo já começou, conte a sua experiência aqui nos comentários.

Glutamina – Veja Para Que Serve E Seus Benefícios!

Se você treina intensamente e vive nesse mundo do exercício físico, com certeza já ouviu falar na glutamina, certo?

É um suplemento tomado por muitas pessoas que realizam dietas muito restritivas ou treinam muito intensamente.

Mas, antes de começar a tomar qualquer suplemento, é importante saber para que serve e o que ele faz com o nosso corpo.

Afinal, você deve saber o que está ingerindo. Por isso, de preferência, consulte um médico para saber essa necessidade.

Então, continue lendo esse artigo para saber tudo sobre esse suplemento, e como tomá-lo.

O Que É Glutamina?

glutaminaMuitas pessoas que desejam ganhar massa muscular têm procurado a glutamina para adicionar a sua dieta.

Mas, antes de mais nada, devemos entender o que é a glutamina. É um aminoácido não essencial. Ou seja, o nosso corpo pode sintetizar esse aminoácido.

Com isso, teoricamente, não haveria a necessidade de consumi-la, uma vez que ela é encontrada abundantemente no nosso organismo.

Ela se encontra em nosso plasma e nos nossos tecidos musculares, de maneira livre. Mas, por que ela interessa às pessoas que estão buscando crescimento muscular?

Pois, ela atua em vários processos metabólicos do nosso corpo, entre eles, na síntese proteica.

E, se ela pode ser encontrada tão facilmente no nosso organismo, porque algumas pessoas escolhem ingerir mais desse aminoácido? Isso é simples.

Pois, apesar de termos grandes quantidades produzidas naturalmente, quando realizamos treinos intensos, ou até mesmo dietas com muitas restrições, o nosso corpo entra em condição hipercatabólica.

Então, nesses casos, a sua síntese não é suficiente para a demanda, que está altíssima. Portanto, ocorre a falta de glutamina, que pode ocasionar no enfraquecimento do sistema imunológico e na diminuição da velocidade da produção endógena.

Por isso, várias pessoas optam por tomar uma suplementação desse aminoácido quando está passando por um treino intenso. Assim, há uma melhoria das funções metabólicas.

Afinal, ela é importantíssima para o bom funcionamento de um metabolismo saudável.

Pois, em geral, sempre que o seu corpo passa por um tipo de estresse, ele necessita de grande quantidade desse aminoácido. Estresses seriam:

  • Treino intenso;
  • Cirurgias;
  • Ansiedade;
  • Problemas psicológicos;
  • Queimaduras;
  • E qualquer tipo de traumatismo.

Pois, uma de suas funções é auxiliar na recuperação do seu sistema imunológico. Além disso, fornece também energia para o seu cérebro, melhorando o humor e a memória.

Quais os benefícios da glutamina?

Quando tomamos suplemento de glutamina, ela acaba sendo absorvida, em sua maioria, pelo nosso intestino delgado.

Diferente de quando a sintetizamos em nosso corpo. Com isso, esse aminoácido acaba assumindo um papel essencial na nossa saúde intestinal, sendo utilizado como fonte energética, no lugar da glicose.

Portanto, acaba servindo como combustível para os processos anabólicos que ocorrem no nosso corpo.

Assim, atua também no combate ao catabolismo, que é prejudicial para quem deseja ganhar massa muscular.

Com a glutamina no nosso intestino, ela garante alguns benefícios, como:

  • Absorção de mais nutrientes;
  • Proliferação das células intestinais;
  • Fornece energia para as células imunitárias;
  • E previne problemas no intestino.

Então, uma das suas principais funções é o fortalecimento do organismo contra qualquer tipo de doença ou infecção.

Por isso, também é utilizada a suplementação desse aminoácido em casos de cirurgias, nas quais o nosso corpo está frágil.

Pois, ela auxilia no processo de recuperação do nosso corpo. Servindo também para lesões musculares.

Além disso, quando consumido por pessoas que praticam atividade física intensamente, os benefícios são muitos. Como por exemplo:

  • Rápida recuperação muscular;
  • Auxilia no ganho de massa muscular;
  • Reduz o risco de lesões;
  • E auxilia na perda de gordura.

Portanto, esse aminoácido auxilia na recuperação do nosso corpo, reduzindo significativamente a dor muscular após o treino.

Como atua diretamente no estímulo da síntese proteica, acaba auxiliando no aumento de massa muscular.

Como Consumir Glutamina?

glutaminaAgora que você já sabe o que é, para que serve e quais os benefícios da glutamina, precisa saber como tomá-la.

A sua quantidade irá variar muito de acordo com a pessoa. Por isso, o ideal é procurar um profissional, um nutricionista, antes de começar a consumir esse aminoácido como suplemento.

Assim, ele será capaz de avaliar o quanto você precisa, e mais importante, se você precisa.

Pois, não adianta querer consumir glutamina se o seu organismo consegue produzir a quantidade necessária para a sua rotina. Não tem porque.

Você deve consumir esse suplemento se a sua rotina exigir isso. Os fatores que devem ser levados em consideração são a sua rotina de vida, de treino e composição corporal.

Mas, em geral, o recomendado é ingerir entre 0,1 e 0,3 gramas do suplemento para cada peso livre de gordura que você tiver.

Não há nenhuma contraindicação. Mas, é recomendado que seja consumido entre 20 e 100 mg por dia, nunca passando desse valor.

A sugestão é que você tome esse suplemento junto com alguma outra fonte de proteína. Muitas pessoas optam por tomar com whey protein, por exemplo.

Pois, ao ser consumida com uma fonte de proteína, ela consegue desempenhar todo o seu potencial, gerando melhores resultados.

Quando consumida com Whey Protein, você fortalece as suas estruturas moleculares. Com isso, consegue aumentar a sua biodisponibilidade.

São muitas as dúvidas sobre quando você deve ingerir a glutamina, se é antes, depois ou durante o exercício físico. Não há um momento ideal.

Mas, o que determina o tempo que você deverá consumir o suplemento é a sua necessidade nutricional e o seu objetivo no treino de musculação.

Conclusão

glutaminaAgora você já sabe tudo que precisa sobre glutamina. Assim, pode decidir se deseja procurar um nutricionista para começar o seu suplemento.

Não comece a tomar por conta própria, sem saber se realmente precisa, pois cada corpo funciona de uma maneira.

Apesar disso, não há contraindicações para esse suplemento, sendo permitido para todo tipo de pessoa.

Então, com ele, você consegue recuperar rapidamente os seus músculos, melhorando o sistema imunológico e combatendo o catabolismo.

Portanto, se esse artigo foi útil para você, compartilhe com os seus amigos que tem interesse nesse suplemento!

Gorduras Boas – Veja O Porquê Você Não Deve Tirar Da Sua Dieta

Com certeza você já ouviu falar que gorduras são ruins para a sua saúde, para o seu coração e para a sua dieta. Mas, você já ouviu falar das gorduras boas?

As gorduras não são essas vilões que tanto lemos por ai, e não devemos tirá-las da nossa dieta.

Elas podem trazer muitos benefícios não só para a nossa saúde, mas também para quem deseja entrar em forma e perder uns quilinhos.

Por isso, é importante conhecer quais são as gorduras boas, para incluí-las na sua dieta de uma vez por todas.

Para isso, continue lendo esse artigo que iremos explicar o que são, quais são os benefícios e como consumi-las no seu dia a dia.

O Que São Gorduras Boas?

gorduras-boasMuitas pessoas que desejam emagrecer ou adotar uma dieta restrita visando o crescimento muscular, acabam excluindo a gordura da dieta.

Pois, há um entendimento popular de que a gordura faz mal e engorda, mas isso não é verdade.

Pois, existe a gordura boa e a gordura ruim. A gordura boa é a gordura insaturada e pode trazer diversos benefícios para o nosso organismo.

A gordura que você deve cortar da sua dieta é a ruim. Ou seja, as gorduras trans e saturadas.

Como tudo que ingerimos, a gordura boa deve ser consumida de forma moderada.  A gordura boa tem muitas funções no nosso organismo, e podem até mesmo auxiliar na perda de peso e ganho de massa muscular.

Os alimentos mais conhecidos que possuem gordura boa, são:

  • Castanhas;
  • Azeite;
  • Peixes;
  • E abacate.

Por isso, são muitas as opções para você substituir as gorduras ruins da sua dieta. Mas, é muito importante entender que você não deve banir a gordura da sua dieta.

Pois, é um dos macronutrientes que necessitamos para o bom funcionamento do nosso organismo. A sua falta na nossa dieta pode gerar deficiência de vitaminas.

Pois, algumas vitaminas, como as vitaminas A, D, E e K necessitam de gordura para serem absorvidas pelo nosso organismo.

E essas vitaminas são responsáveis por muitos processos essenciais para a gente, como a proteção celular, a coagulação sanguínea e a manutenção do nosso sistema imunológico.

Além disso, ao parar de consumir gorduras você também mexe com os hormônios e o seu equilíbrio.

E isso pode gerar cansaço e falta de energia. Sem contar que, normalmente, a pessoa que tira a gordura da dieta acaba a substituindo com carboidrato. E esses sim fazem com que ocorra o ganho de peso.

Quais Os Benefícios Das Gorduras Boas?

gorduras-boasA gordura boa traz muitos benefícios para o nosso organismo. Entre eles, está a capacidade de nos saciar mais rapidamente.

Com isso, acabamos comendo menos, ajudando na nossa dieta. Dessa maneira, você não precisa se preocupar com a gula.

Ainda, o ômega 9, encontrado em alimentos ricos em gordura boa, como salmão e oleaginosas, ajuda na redução do hormônio do estresse.

Além disso, ela é capaz de manter os nossos níveis de insulina baixos. Assim, desfavorece o estoque de gordura, auxiliando no emagrecimento. Ainda, por isso, é um grande aliado no combate a diabetes.

Com o consumo de gorduras boas, você aumenta os índices do colesterol bom no sangue, o HDL.

Esse colesterol ajuda a eliminar as gorduras corporais e acerta os níveis de colesterol ruim no nosso sangue.

Outro grande benefício de uma alimentação com  as gorduras boas é que, por mais irônico que pareça, elas podem ajudar na eliminação de gordura no nosso corpo.

Pois, as gorduras boas que ingerimos atuam na secreção de hormônios. Com isso, auxilia na produção dos hormônios responsáveis pela quebra de gordura acumulada.

Por último, mas não menos importante, a gordura possui ácidos graxos que são fontes de vitamina E.

Essa vitamina é conhecida pela sua ação antioxidante. Por isso, o consumo de gordura boa auxilia também no combate a processos inflamatórios. Promovendo assim a manutenção de órgãos e tecidos, combatendo o envelhecimento.

Como Consumir Gorduras Boas?

É preciso ter uma atenção especial para os ácidos graxos monoinsaturados, como castanhas e azeite de oliva.

Pois, estes, se consumidos em excesso, podem ocasionar no ganho de peso. Por isso, lanches com muita castanha possuem também muitas calorias.

Mas, até mesmo as gorduras saturadas podem ser consumidas, com muita moderação. Pois, ela é encontrada em alimentos do nosso dia a dia, como leite, manteiga e carnes. Entretanto, essas gorduras não podem passar de 10% das calorias ingeridas no dia.

Portanto, as melhores opções de gordura boa para incluir na sua dieta são:

1. Abacate:

É uma fruta excelente que pode ser utilizada em várias refeições e acompanhando os mais diversos alimentos.

Para quem deseja emagrecer, meio abacate ao dia está de bom tamanho.

2. Linhaça e Chia:

Ricos em ômega 3, é um alimento que você pode inserir facilmente no seu cardápio diário.

Por exemplo coloque um pouco de linhaça no seu iogurte, ou em sua salada. Além de rico em gordura boa, é rico em proteína.

3. Oleaginosas:

São as castanhas, do caju e do Pará, a amêndoa, as nozes e até mesmo o pistache. São ricas em ômega-3.

4. Peixes:

Claro que os peixes não podem ficar fora dessa lista. São alimentos ricos em ômega-3 e em proteína. Você pode adicionar esse alimento ao seu cardápio duas vezes na semana.

5. Chocolate amargo:

É uma ótima alternativa para os amantes de chocolate que estão de dieta. Além da gordura boa, é rico também em vitaminas e vegetais.

Conclusão

gorduras-boasEntão, agora você sabe quais são as gorduras boas e como devemos as adicionar a dieta, em nosso dia a dia.

As gorduras são macronutrientes, por isso, são necessárias em grandes quantidades para o funcionamento do nosso organismo.

É um erro eliminar qualquer gordura da nossa dieta, enquanto existem tantos alimentos com gordura boa que trazem apenas benefícios para nós.

Se esse artigo lhe ajudou, deixe aqui o seu comentário.

Ovo – Benefícios E Receitas Diferentes Para Acrescentá-lo Em Sua Rotina

Ao contrário do que muitos acreditavam, o ovo possui muitos benefícios e deve ser adicionado a nossa dieta.

Pois, cientistas já provaram que ovo não faz mal a pessoas com colesterol alto e que, na verdade, traz muitas vantagens para o nosso organismos.

Além disso, são infinitas as receitas que podemos fazer com o ovo, sendo assim um alimento de fácil consumo.

Com isso, os benefícios do ovo vão muito além da nossa estética, o ovo faz bem para a nossa saúde de uma maneira geral.

Então, continue lendo para saber quais são esses benefícios e como incluí-los em nossa rotina.

Quais São Os Benefícios Do Ovo?

benefícios-do-ovoOvo é um dos principais alimentos que temos ao nosso alcance. Apesar disso, ele já foi visto como um vilão para quem deseja fazer dieta, mas, já foi constatado que traz muito mais benefícios do que malefícios a nossa saúde.

Pois, é um alimento completo e com altíssimo valor nutritivo. Afinal, o ovo é um alimento que possui muita proteína, sendo uma das principais fontes de proteínas que possuímos.

Ainda, é um alimento que possui excelentes propriedades antioxidantes. Além disso, é um alimento rico em vitaminas e minerais, como:

  • Ferro;
  • Fósforo;
  • Zinco;
  • Vitamina A;
  • Complexo B;
  • Vitamina D;
  • E vitamina E.

A maior parte das vitaminas e minerais se encontra na gema do ovo, que também é a parte mais calórica.

Entretanto, essas vitaminas fazem muito bem ao nosso corpo, de diversas maneiras, seja para os nossos olhos, pele e ossos, ou até mesmo para a nossa memória.

As vitaminas do complexo B, que são encontradas na gema auxilia no controle dos batimentos cardíacos, da respiração e até mesmo da contração muscular.

Enquanto isso, a clara, que representa a maior parte do ovo, possui poucas calorias e muita proteína. Portanto, a clara e a gema se complementam.

Benefícios do ovo para o ganho de massa muscular:

Por ser um alimento rico em proteína, o ovo possui muitos benefícios para quem procura ganhar massa muscular.

A albumina é uma proteína essencial para o crescimento muscular, e ela pode ser encontrada na clara do ovo.

Ainda, ela é uma das principais proteínas para a união das fibras do seu organismo. Portanto, a albumina torna possível que o seu corpo incha e cresça após o seu treino, tornando assim possível a hipertrofia.

Com isso, a albumina possui 9 aminoácidos essenciais. Eles auxiliam no aumento da massa muscular e na sua recuperação pós treino.

Também, a clara possui aminoácidos de cadeia ramificada. Esses são importantes e auxiliam na redução dos danos musculares que podem ocorrer após o treino.

Além disso, a ingestão de ovo traz uma sensação de saciedade, auxiliando quem está de dieta e deseja perder peso ou ganhar massa magra.

A gema possui a vitamina B12 que é essencial para a quebra de gordura no seu corpo. Sendo assim, é essencial para a construção muscular.

Um dos benefícios do ovo para ganhar massa muscular é promover o aumento da produção de testosterona. Pois, é um hormônio que estimula o crescimento muscular.

Receitas Para Aproveitar Os Principais Benefícios Do Ovo

benefícios-do-ovoComo ficou claro, o ovo possui muitos benefícios. Por isso, deve ser incluído em nossa dieta de uma vez por todos.

Então, se você deseja ganhar massa muscular, existem diversas maneiras de consumir o ovo, como:

  • Cozido;
  • Mexido;
  • Omelete;
  • E frito em água.

Lembrando que o que você utiliza para fazer o ovo pode afetar bastante. Então, não utilize óleo ou manteiga. Procure usar apenas azeite e água.

Além disso, você pode querer variar um pouco e fazer receitas diferentes que te estimulem na hora da alimentação, e sejam saudáveis.

Por isso, separamos algumas delas para você.

1. Panqueca de aveia e ovo:

Para essa receita, você irá precisar de:

  • 5 colheres de sopa de aveia;
  • 5 claras de ovo;
  • Uma pitada de azeite;
  • Canela.

Você deverá bater as claras com a aveia e a canela no liquidificador. Então, você deverá aquecer uma frigideira no fogão, colocando um pouco de azeite na sua superfície.

Assim, você deve colocar um pouco da mistura na frigideira e esperar cerca de 2 minutos para dourar a panqueca.

Depois, vire para dourar o outro lado e está pronta. Faça quantas conseguir. Ao invés de canela, muita gente adiciona biomassa de banana.

Também, é uma excelente opção para quem deseja ganhar massa muscular.

2. Omelete:

São muitas as maneiras de fazer uma omelete, mas para esse, você irá precisar de:

  • 5 claras de ovo e 1 ovo inteiro;
  • 1 tomate;
  • 1 pedaço de queijo minas;
  • Um pouco de azeite;
  • 1 colher de sopa de leite;
  • 1 colher de sopa de cebolinha.

Primeiro, você irá bater as claras, fazendo claras em neve. Então, irá bater todos os outros ingredientes, em um local diferente.

Portanto, você irá juntar os dois, misturando bem e adicionando sal e pimenta se desejar. Depois, unte a frigideira com azeite e frite a mistura.

3. Crepioca simples:

Para fazer esse crepe de tapioca, você irá precisar de:

  • 1 ovo;
  • 2 colheres de sopa de goma de tapioca;
  • 1 colher de sopa de gergelim ou chia.

Você deverá misturar bem todos os ingredientes em uma frigideira, adicionando sal e pimenta a gosto de desejar.

Então, tampe a frigideira e a deixe cozinhando em fogo baixo. Quando der para desgrudar, vire e faça o mesmo com o outro lado.

Você pode então colocar o recheio que desejar, como frango desfiado, creme de ricota, queijo minas e tomate.

Conclusão

benefícios-do-ovo

Então, agora você já sabe quais são os principais benefícios do ovo, tanto para a sua saúde, quanto para o seu treino muscular.

Com isso, você pode passar a adicionar o ovo na sua dieta. Mas, lembre-se que, assim como qualquer alimento, o segredo é moderação e equilíbrio.

São muitas as receitas que podemos fazer com ovo, sendo um dos alimentos mais versáteis que temos a nossa disposição.

Portanto, se você está fazendo uma dieta para ganho de massa muscular, a presença do ovo nela é obrigatória.

Se esse artigo lhe ajudou a entender os benefícios do ovo e como você pode adicioná-lo a sua dieta, deixe aqui o seu comentário.

Melhores Abdominais Para Ajudar A Definir Seu Abdômen Rapidamente

Todo mundo deseja definir o abdômen e ter aquela barriga lisa e definida, certo? Para isso, você precisa saber quais são os melhores abdominais.

Pois, os melhores abdominais são aqueles que trabalham toda a sua região abdominal, não apenas o básico.

Afinal, o abdominal mais conhecido, trabalha apenas a região central do seu abdômen, mas isso não é suficiente.

Existem exercícios que tem como objetivo trabalhar as partes laterais e inferiores da sua região abdominal.

E são esses exercícios que você deve aprender para conseguir os melhores resultados no seu treino.

Então, continue lendo para saber quais são esses exercícios e os seus benefícios.

O Principal Benefício Das Melhores Abdominais

melhores-abdominaisTodo mundo que treina e deseja definir o corpo faz os melhores abdominais, pensando em secar a barriga.

Sem dúvidas, para quem deseja secar e ganhar massa magra, o melhor benefício das abdominais é a definição muscular.

Principalmente por se tratar da área da barriga, que pode acumular gordura localizada muito facilmente.

Então, o exercício da abdominal é essencial para queimar essa gordura localizada que não quer sair de jeito nenhum.

Mas, esse é apenas um dos muitos benefícios de se fazer abdominal. Os seus benefícios vão muito além da estética.

Outros benefícios das melhores abdominais

O exercício abdominal pode melhorar o seu desempenho geral na academia, a até mesmo nas atividades do seu dia a dia.

Pois, esses exercícios ativam um dos maiores músculo do nosso corpo. Esse músculo é responsável por sustentar a nossa coluna. Está entendendo agora a sua importância?

Para conseguir treinar bem, você precisa ter essa região ativada. Por exemplo, no treino dos membros superiores, já que a sua força parte do centro do corpo, para as suas extremidades.

Para você ter uma noção da importância do fortalecimento dessa região, até no futebol pode ser útil. Pois, com o abdômen fortalecido, você conseguirá dar um chute mais forte na bola.

Então, o fortalecimento do abdômen facilita a execução desses exercícios. Além disso, como foi mencionado, atua no músculo responsável pela sustentação da sua coluna.

Com isso, você acaba estabilizando e melhorando a sua postura, evitando e melhorando dores na lombar.

Com a região abdominal estabilizada você melhora a sua consciência corporal, equilibrando melhor o corpo e o mantendo ereto. O que pode ser muito útil em diversos exercícios físicos.

Quais São Os Melhores Abdominais Para Definição?

melhores-abdominaisEntão, sabendo que o fortalecimento da região abdominal é tão importante para o nosso treino e, até mesmo, para o nosso dia a dia, quais são os melhores abdominais para fazer?

Antes é preciso lembrar que ao fazer esses exercícios, exatamente por estarem diretamente relacionados a sustentação da sua coluna, você deve ter cuidado.

Pois, é muito fácil fazer o movimento errado e gerar dores na coluna. Além disso, o descanso é fundamental para o processo de fortalecimento da região abdominal.

Por isso, recomenda-se que você faça o treino de abdômen dia sim, dia não. Ou seja, em dias alternados. Assim, você garante o ganho de força e a hipertrofia.

Então, quais são as melhores abdominais? Quais devo fazer para ter os melhores resultados?

1. Abdominal cruzado:

Esse é um dos melhores abdominais que temos. Também é conhecido como bicicleta, pois o seu movimento lembra o movimento que fazemos ao andar de bicicleta.

Deitado no chão, coloque as mãos na nuca. Então, quando você for levantar o seu tronco, você irá levantar também uma das pernas, flexionando o joelho, o levando em sua direção.

Portanto, se você levantar o joelho direito, deverá levar o cotovelo esquerdo ao seu encontro.

Depois, fazer o mesmo para o cotovelo direito e joelho esquerdo, sempre contraindo o abdômen. Então, alternando sempre o movimento, faça 3 séries de 12 repetições.

2. Abdominal invertido:

Geralmente, em um abdominal levantamos o tronco para trabalhar o abdômen. Nesse caso, iremos levantar a nossa parte inferior.

Então, deite no chão e deixe os seus braços atrás da cabeça, ou até mesmo do lado do corpo. Com isso, você irá cruzar as suas pernas na altura da canela e as levantar.

Depois, fará o movimento flexionando as pernas em direção ao seu tronco. Faça 3 séries de 12 repetições.

3. Abdominal em V:

Para fazer essa abdominal você deve primeiro deitar em um tapete, com a barriga para cima.

Então, levante, simultaneamente, o tronco e as pernas, com os braços esticados para frente.

Sendo que as penas devem ser levantadas flexionando levemente o joelho. Contraia bem o abdômen ao fazer esse movimento. Então, abaixe o tronco e as pernas e repita todo o exercício. Faça 3 séries de 10 repetições.

4. Abdominal com perna elevada:

Nessa abdominal, a sua posição inicial é deitado com a perna levantada. As suas pernas podem estar esticadas, ou até mesmo levemente flexionadas, com a parte inferior paralela ao chão.

Então, com a perna elevada, levante o tronco e permaneça nessa posição enquanto conseguir. O ideal é conseguir ficar nela de 20 a 30 segundos. Faça esse exercício 3 vezes

5. Abdominal com elevação de quadril:

É um dos melhores abdominais para quem deseja fortalecer a parte inferior do abdômen. Ele é bem simples, apesar de não ser fácil.

Deitada, você irá levantar as pernas esticadas, o máximo que puder. A mesmo tempo você deverá também levantar o quadril.

O movimento pode ser rápido, retornando logo com as pernas ao chão. Procure fazer 3 séries de 20 repetições.

Conclusão

melhores-abdominaisEntão, agora você já sabe quais são os melhores abdominais para você trabalhar toda essa região e atingir os resultados esperados.

Sendo assim, você deve adicionar esses exercícios ao seu treino, lembrando sempre de alternar os dias, para dar tempo do seu músculo descansar.

Além disso, muito cuidado na execução da abdominal. Tenha sempre certeza de que está utilizando o abdômen para levantar o tronco, e não o pescoço.

Pois, isso pode causar dores e até mesmo lesão. Além de, claro, prejudicar o efeito desejado com o exercício.

Portanto, se você gostou desses exercícios, compartilhe o artigo com os seus amigos.

 

Conheça Os Micro E Macronutrientes Essenciais Ao Desenvolvimento

Para o bom funcionamento do nosso corpo, precisamos ingerir uma boa quantidade de micro e macronutrientes todos os dias.

São nutrientes essenciais para o bom funcionamento do nosso corpo, para as nossas atividades essenciais.

Além disso, quando inseridos em uma boa dieta, da maneira correta, pode trazer diversos benefícios.

Um deles é o desenvolvimento muscular. Por isso, se você deseja ganhar massa muscular e definir o seu corpo, é necessária uma dieta balanceada com esses nutrientes.

Então, se você deseja saber o que são os micro e macronutrientes, quais são os seus benefícios e quais são os principais alimentos, continue lendo esse artigo.

O Que São Micro e Macronutrientes?

micro-e-macronutrientesNutrientes são todas as substâncias que podemos encontrar nos alimentos e são importantes para o bom funcionamento do nosso organismo.

Por isso, para se ter uma dieta saudável e equilibrada, temos que combinar alimentos com boas quantidades de nutrientes.

Então, esses nutrientes são divididos em duas classificações gerais, os micro e macronutrientes.

Os macronutrientes são aqueles que são essenciais para o nosso corpo em uma maior quantidade.

Por isso, são facilmente encontrados em abundância em diversos alimentos. São eles:

  • Proteínas;
  • Gorduras;
  • Carboidratos;
  • Entre outros.

Enquanto isso, os micronutrientes são necessários apenas em pequenas quantidades. Ou seja, uma pequena dose deles já é suficiente para o bom funcionamento do nosso organismo. São eles:

  • Minerais;
  • Vitaminas;
  • Entre outros.

Qual é a importância dos micro e macronutrientes?

Tanto os micro quanto os macronutrientes são essenciais para a nossa saúde, assim como para o nosso desenvolvimento muscular.

Os macronutrientes, que são necessários em uma maior quantidade, são essenciais para as nossas atividades básicas, para o nosso dia a dia.

Em geral, eles são responsáveis pela nutrição do nosso corpo e para o bom funcionamento do nosso metabolismo.

Pois, é dos macronutrientes que tiramos a energia necessária para o funcionamento do corpo.

Por isso, para quem treina e deseja ganhar massa muscular, são nutrientes essenciais para que você consiga.

Já os micronutrientes atuam de maneira diferente no nosso organismo. Eles atuam como coenzimas, hormônio e antioxidantes.

Com isso, são de importância desde o nosso metabolismo, até o nosso sistema imunológico.

Eles possuem, por exemplo, um importante papel no nosso metabolismo energético. Atuando muitas vezes como reguladores das funções metabólicas, sendo essencial para quem realiza atividades físicas.

Quais Micro e Macronutrientes São Essenciais Para O Nosso Desenvolvimento?

micro-e-macronutrientesMas, então, quais são os micro e macronutrientes essenciais para a nossa saúde e para um bom desenvolvimento muscular?

É necessário ter uma alimentação equilibrada, onde você consuma um pouco de cada nutriente.

Se você treina, eles são mais importantes ainda. Pois, o exercício físico pode ser um agente estressor e diminuir a quantidade de vitaminas e minerais, por exemplo.

Por isso, você deve consumi-las mais que o normal. O mesmo acontece para os macronutrientes.

Afinal, você precisa de mais energia que o normal quando está fazendo um treino intenso.

Por isso, fizemos uma lista dos principais nutrientes para o bom desenvolvimento do nosso corpo.

1. Carboidratos:

Esses macronutrientes são a fonte primária de energia para o nosso corpo. Por isso, são essenciais na alimentação de qualquer pessoa.

A energia é obtida através da quebra das suas moléculas, que se transforma em glicose. Por isso, o seu excesso pode ocasionar um ganho de peso.

Então, é importante saber a quantidade ideal de carboidratos. Ele nunca deve ser cortado, mas também não pode ser consumido em excesso.

Os melhores para quem treina e busca o ganho de massa magra são os cereais integrais, legumes, como batata doce e frutas.

Além disso, os carboidratos que não são digeríveis são as fibras, que podem ser encontradas em alimentos de origem vegetal.

As fibras são essenciais para o nosso metabolismo e funcionamento do sistema digestivo.

Ainda, são essenciais para o desenvolvimento muscular. Por isso, deve estar na dieta de qualquer atleta.

2. Proteínas:

Elas são responsáveis pela formação de músculos. Por isso, é o macronutriente preferido dos atletas e de quem deseja ganhar massa muscular.

Além disso, auxilia na formação de cabelos, pele, e até unhas, tendo um importante papel na regeneração de tecidos.

Eles nos fornecem aminoácidos essenciais, já que alguns o nosso corpo não produz e é encontrado apenas nos alimentos.

As principais proteínas para quem deseja desenvolver o corpo são:

  • Ovos;
  • Carnes magras;
  • E leguminosas.

3. Ferro:

Ferro é um mineral essencial para o nosso corpo. Pois, ele é responsável pelo transporte de oxigênio no sangue.

Os alimentos ricos em ferro são as carnes vermelhas, leguminosas, como feijão e lentilha, e vegetais de folha verde escura.

4. Gorduras:

Apesar de ser um macronutriente muito rejeitado pelas pessoas que treinam, ele traz diversos benefícios para o funcionamento do nosso organismo.

Claro que quando consumido em excesso, e com má qualidade, favorecem o aumento do peso.

Mas, são essenciais para a síntese de hormônios. Por isso, o ideal é consumir alimentos que sejam ricos em gordura boa, como:

  • Peixes (salmão, sardinha e etc.);
  • Azeite de oliva;
  • E oleaginosas (castanhas, nozes, etc.).

5. Cálcio e Potássio:

Esses minerais são essenciais para o processo de contração muscular que ocorre no nosso corpo quando treinamos.

Sendo assim, auxiliam muito no ganho de massa muscular. Além disso, o cálcio é importante para a construção dos ossos e controle da pressão arterial. É encontrado no leite, queijo e iogurtes.

Já o potássio é também necessário para o bom funcionamento do coração. Ele é encontrado em alimentos como banana, beterraba, espinafre, abacate e aveia.

Conclusão

micro-e-macronutrientesEntão, agora você já sabe o que são, quais os benefícios e para que servem os micro e macronutrientes.

Entre esses alimentos essenciais, você deve fazer uma boa escolha de acordo com o seu objetivo.

Ou seja, se você deseja emagrecer, ganhar massa muscular e definir o seu corpo, você deve fazer uma alimentação balanceada.

Além disso, deve escolher alimentos que favoreçam, como carne magra, vegetais, leguminosas e produtos integrais.

Portanto, se esse artigo lhe ajudou a entender um pouco mais sobre os alimentos que está consumindo, deixe aqui o seu comentário.

Veja Como A Calistenia Pode Te Ajudar No Seu Treino Em Casa?

Se você deseja fazer o seu treino em casa, deve conhecer o treino de calistenia e todos os seus benefícios.

Você sabia que pode ganhar massa muscular sem utilizar um peso, uma carga ou um aparelho de academia?

Muita gente não acha ser possível, por isso não considera o treino em casa uma opção para o desenvolvimento muscular.

Mas, isso não é verdade e a calistenia está ai para provar que não é apenas possível, como muito eficiente.

Então, continue lendo o texto para saber tudo sobre a calistenia no treino em casa.

O Que É Calistenia Para Treino Em Casa?

calisteniaMuitas pessoas desejam definir os músculos e ganhar massa magra, mas não querem entrar em uma academia.

Seja por questão econômica, ou simplesmente por não gostar do ambiente, ou não se motivar com aqueles exercícios.

Mas, será que é possível? Sim, é possível realizar um treino intenso, dentro de casa, sem aparelhos de musculação, halteres e barras para isso.

Você pode utilizar o seu corpo como a sua própria academia. Ou seja, você pode realizar exercícios que utilizam o peso do próprio corpo para trabalhar os músculos.

Essa é a calistenia. Ou seja, a calistenia é um treino, que pode ser em casa, onde você utiliza apenas o peso do próprio corpo.

Esse treino pode ser praticado por qualquer pessoa. Muitas pessoas acham que é preciso ter experiência ou uma grande força muscular para começar a calistenia, mas isso não é verdade.

Isso é uma falsa impressão que as pessoas ter, ao verem os exercícios complexos da calistenia.

Mas, a calistenia possui também muitos exercícios básicos, e aqueles mais complexos são para quem já a pratica há muito tempo.

Ou seja, o praticante da calistenia vai progredindo aos poucos, podendo então passar para os exercícios mais complexos.

E acredite, esse treino traz muitos resultados e vem conquistando cada vez mais adeptos ao redor do mundo.

Como a calistenia pode ajudar no treino em casa?

A calistenia é perfeita para o seu treino em casa, uma vez que não necessita de mais nada além do seu próprio corpo.

Com isso, ela traz muitos benefícios que outros tipos de treinos e exercícios físicos não podem trazer.

Por exemplo, como você tem como único instrumento o próprio corpo, você acaba desenvolvendo melhor o seu corpo, adquirindo uma consciência corporal maior.

Além disso, em um único exercício, você acaba recrutando diversos músculos ao mesmo tempo.

Com isso, você gasta mais calorias que o normal com essa atividade, favorecendo a queima de gordura.

O seu principal ganho é o da força, mas você acaba adquirindo também maior resistência e flexibilidade.

Ainda, por você estar com uma maior consciência corporal, você melhora o seu equilíbrio e a sua postura.

Isso tudo só é possível se você se dedicar e praticar a calistenia no seu treino em casa pelo de 3 a 4 vezes na semana.

Ainda, por estar fazendo em casa, sem a orientação de profissionais, você precisa ter o dobro do cuidado, para evita lesões. Então, respeite sempre os limites do seu corpo.

Como Aplicar A Calistenia Para O Treino Em Casa?

calisteniaEntão, sabendo o que é a calistenia e como ela pode ajudar o seu treino em casa, quais são os melhores exercícios para se fazer?

Como já foi falado, alguns são mais básicos e outros mais complexos. Por isso, fizemos uma lista dos principais exercícios de calistenia para treino em casa.

1. Flexão de braços:

Esse é o mais simples e mais conhecido exercício dessa lista.

Apoiando as mãos no chão, em uma distância da largura dos seus ombros e com as pernas estendidas para trás, você deve levantar o seu corpo.

Com isso, trabalha o peito, ombros, abdômen e tríceps. Lembre-se de contrair o abdômen, manter o corpo em linha reta e flexionar os braços.

Faça 3 séries, de quantas repetições conseguir, buscando fazer no mínimo 10.

2. Prancha:

Nesse exercício você deve apoiar os dois antebraços no chão, em uma distância da largura dos ombros.

Então, estique as pernas, apoie os pés no chão e levante o corpo, o deixando reto no ar. Você deve se manter nessa posição, com o abdômen contraído por pelo menos 30 segundos. Faça isso 3 vezes.

Você pode também fazer esse exercício lateral. A diferença é que você irá apoiar apenas um antebraço no chão, e ficar de lado, com a lateral do corpo virada para o chão.

3. Abdominal alpinista:

A abdominal simples já é um exercício da calistenia, mas é muito simples e todos conhecem.

Por isso, iremos falar da abdominal alpinista, ou mountain climber. Você deve ficar na posição de flexão de braços.

Então, com o abdômen contraído, deve tirar um pé do chão e levar o joelho em direção ao peito.

Portanto, volte a posição inicial e faça o mesmo com a outra perna. Esse é o movimento, mas você deverá realiza-lo rapidamente, sem parar. Faça 3 séries de 12 repetições.

4. Burpee:

Esse é um exercício conhecido da calistenia para treino em casa. A sua posição inicial é em pé, com as pernas afastadas na largura do quadril e braços do lado do corpo.

Então, você irá flexionar os joelhos, agachando e colocando as mãos no chão. Nesse momento, irá estender as pernas para trás, e ficar na posição da flexão.

Você deverá então fazer uma flexão e voltar para a posição de agachamento. Dela, você deve dar um salto, levantando e indo o mais alto que puder.

Quando aterrissar já deve começar a nova repetição. Tente fazer 3 séries de, no mínimo, 10 repetições.

Conclusão

calisteniaEntão, a calistenia é uma excelente opção de treino em casa, trazendo diversos benefícios, como:

  • Maior resistência;
  • Melhor flexibilidade;
  • Queima de gordura;
  • Maior força muscular;
  • Melhor postura;
  • E maior consciência corporal.

E tudo isso é possível de dentro da sua casa. Você precisa apenas separar um espaço, talvez empurrar umas cômodas, e pronto.

Apenas, tome cuidado, se possível, peça a ajuda de um profissional para evitar fazer os exercícios errados, e até mesmo, alguma lesão.

E aí, esse artigo foi útil para você? Tente fazer a calistenia em casa e conta pra gente!

 

Saiba Como A Bebida Alcoólica Pode Prejudicar Seus Ganhos

Você sabia que o consumo de bebida alcoólica pode prejudicar os seus ganhos musculares e trazer diversos malefícios?

Muita gente associa bebida alcoólica como prejudicial a saúde. Isso não é novidade para ninguém.

Mas, deixam de pensar no prejuízo que pode trazer para quem deseja ganhar massa magra e queimar calorias.

Pois, para as pessoas que se dedicam no treino, um final de semana de excessos pode ser muito prejudicial.

Afinal, o álcool pode ser muito agressivo ao nosso organismo, e é necessário haver moderação.

Então, para saber como a bebida alcoólica pode prejudicar o seu treino, continue lendo o artigo.

Qualquer Bebida Alcoólica Pode Nos Prejudicar?

bebida-alcoolica-pode-prejudicarQuem tem como objetivo definir o corpo, emagrecer e ganhar massa magra deve se dedicar muito na academia, certo?

Mas, não é só isso. Geralmente, quando a pessoa realmente se dedica a esse objetivo, ela muda também a sua alimentação.

Afinal, apenas com o equilíbrio de um bom treino e uma boa alimentação que você consegue atingir os melhores resultados.

Mas, muitas vezes, mesmo quem tem essa preocupação não tira o álcool da sua dieta. Pois, muitas vezes não é algo que associamos como negativo.

Claro que quem está querendo ganhar massa muscular e perder gordura, evita beber cerveja, por exemplo, pois todos sabemos que engorda.

Entretanto, o corte do álcool deve ir muito além disso, pois qualquer bebida alcoólica pode prejudicar o seu treino e resultados.

Não estamos falando de banir o álcool para sempre da sua vida, mas, é preciso sim ter uma moderação.

Como a bebida alcoólica pode prejudicar a sua saúde?

Primeiro que a bebida alcoólica, em geral, não tem nenhum valor nutricional para você, possui apenas calorias.

Portanto, não tem como ser benéfica nem para a sua dieta, nem para a sua saúde. Além disso, o álcool prejudica a absorção de outros nutrientes, que são importantes para a sua saúde.

Também, não podemos ignorar os demais efeitos do álcool para o nosso corpo, como por exemplo a ressaca.

Nada que faz o nosso corpo se sentir daquele jeito pode ser bom para a nossa saúde, certo? Por isso, é preciso ter moderação.

Ainda, a bebida alcoólica pode trazer outros prejuízos a nossa saúde, como:

  • Irrita o sistema digestivo;
  • Auxilia o acúmulo de gordura no fígado;
  • Prejudica a síntese de proteína;
  • Afeta a qualidade do nosso sono;
  • E reduz a produção de hormônios anabólicos.

Portanto, não precisa entender muito mais que isso para saber que a ingestão frequente, ou elevada, de álcool não é bom para a nossa saúde.

A Bebida Alcoólica Pode Prejudicar Os Ganhos Musculares?

bebida-alcoolica-pode-prejudicarEntão, os prejuízos a sua saúde são óbvios, não é à toa que bebida alcoólica deve ser consumida sempre com moderação.

Mas, para quem tem como objetivo perder gordura e ganhar massa magra, a bebida alcoólica pode prejudicar mais ainda.

O ideal é que quem está focado no treino, mas ainda deseja relaxar um pouco nos finais de semana, deixe de lado bebidas como cerveja e vodka, que geralmente acompanha suco ou energético.

Essas bebidas possuem mais açúcares e prejudicam ainda mais o seu desenvolvimento. Opte então por uma taça de vinho, ou até mesmo uma dose de sakê.

O ideal é encontrar um meio termo, um equilíbrio. Pois, saiba que o álcool consumido em excesso é um grande inimigo da hipertrofia.

Por isso, listamos as principais consequências do consumo de álcool que podem afetar o seu desenvolvimento.

1. Desidratação:

Essa é uma das piores consequências do consumo de bebida alcoólica. O álcool, quando ingerido, inibe o seu hormônio antidiurético.

Com isso, você vai no banheiro mais vezes, levando a desidratação. Ainda, não dá nem tempo de eliminar as toxinas, que ficam no seu sangue.

Além disso, o álcool dilata os seus vasos, aumentando a perde de fluidos. E essa desidratação, que pode durar um dia inteiro, favorece o catabolismo muscular, que é o oposto do que você deseja.

2. Ganho de peso:

Para quem deseja ganhar massa magra, a bebida alcoólica pode prejudicar muito. Você sabia que cada grama de álcool possui 7 calorias?

Isso é muita coisa. Além disso, como já foi falado, muitas vezes bebemos o álcool junto com outra bebida açucarada.

Por isso, o seu consumo em excesso pode atrapalhar muito os ganhos que você obteve durante o seu treino na academia.

3. Prejuízo nos músculos:

O Cálcio é essencial para quem treina, sendo responsável pela contração muscular. Ao ingerir álcool, este inibe os canais iônicos de Cálcio, interferindo em seu metabolismo. Com isso, há uma diminuição das contrações e forças musculares.

Além disso, o consumo de álcool pode aumentar o risco de lesão muscular durante o seu treino.

Isso acontece, pois, o álcool pode interferir no sarcolema, aumentando os níveis de uma enzima intramuscular, chamada creatina quinase. Essa enzima é utilizada como medida da lesão muscular.

Ainda, a bebida alcoólica pode prejudicar a síntese de proteína musculoesquelética, o que afeta, e muito, o crescimento muscular.

4. Hipoglicemia:

Quando você está realizando atividades físicas com uma maior frequência, você já diminui a quantidade de glicose em seu sangue, pois a utiliza como fonte de energia.

Mas, quando você ingere álcool, ele aumenta ainda mais a liberação de insulina pelo pâncreas.

Assim, ele prejudica a produção de glicose. Então, com a falta de glicose no seu sangue, de onde o seu organismo pega energia?

Das proteínas. Com isso, o seu organismo quebra as proteínas e prejudica os ganhos musculares que você conquistou.

Conclusão

bebida-alcoolica-pode-prejudicarEntão, agora você já sabe porque a bebida alcoólica pode prejudicar o seu ganho de massa muscular.

Além disso, sabe também todos os malefícios que ela pode trazer para o nosso organismo, de uma maneira geral.

Lembre-se, ninguém está falando para você tirar o álcool da sua vida de uma vez por todas.

Mas, é necessário entender os seus efeitos, para entender que é preciso haver uma moderação.

Caso contrário, todo o seu esforço na academia e nos seus treinos, será em vão, e não queremos isso, certo?

Se esse artigo lhe ajudou a entender melhor os efeitos do álcool no nosso corpo, compartilhe com os seus amigos!